Inter leva gol no último minuto e segue sem vencer no Gauchão

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/SC Internacional

    Inter saiu perdendo, virou para 2 a 1 e levou gol aos 48 minutos do segundo tempo

    Inter saiu perdendo, virou para 2 a 1 e levou gol aos 48 minutos do segundo tempo

O Internacional vencia o Passo Fundo até os 48 minutos do segundo tempo, mas segue em jejum no Gauchão 2017. Neste domingo (19), em Passo Fundo, o Colorado saiu atrás e virou com dois gols de Brenner. Mas na penúltima bola do confronto válido pela quarta rodada, vazou. Saimon e Eduardo Henrique participaram do lance que terminou encobrindo Danilo Fernandes e definiu o empate em 2 a 2.

Com isso, o Inter acumula três empates e uma derrota na arrancada do estadual.

A escalação do Colorado não contou com Uendel, Rodrigo Dourado e D'Alessandro. O trio foi preservado por questões físicas.Sem eles, o Inter voltou a sofrer com a falta de mecânica de jogo. Virou na base da qualidade técnica e por um pênalti cometido pelo Passo Fundo, mas errou bastante na defesa.

Antes do apitou final, e do empate, o jogo ainda teve dois expulsos. Xaro e Brenner receberam cartão vermelho por bate-boca na linha lateral do campo. Houve troca de empurrões de outros jogadores após a decisão da arbitragem

Quem decidiu: Brenner

O centroavante sofreu pênalti não marcado no primeiro tempo, mas na etapa final fez a diferença. Depois de penalidade marcada em cima de Roberson, marcou o primeiro. E depois de cruzamento de Carlinhos, venceu a marcação de dois zagueiros e finalizou fraco para virar. Quatro gols em três jogos na arrancada da temporada.

Quem foi mal: Anselmo

Volante falhou na jogada do gol do Passo Fundo, ao não acompanhar Rodolfo e depois errou passes, intercepções e desarmes. Levou cartão amarelo após passe errado de Seijas e foi substituído no intervalo para o time adotar outro esquema.

Inter vira na base da técnica

A falta de dinâmica e as mudanças no time pesaram bastante na atuação do Inter. Sem criatividade, o time sobreviveu à base de ligação direta ou jogada individual até o intervalo. Na segunda etapa teve mais organização ofensiva e o pênalti logo a dois minutos também ajudou. A virada chegou depois de boa jogada de Diego, cruzamento de Carlinhos e finalização de Brenner. Não foi por superioridade em campo, mas maior capacidade técnica.

O 3-1-5-1 que segurou o Inter

Paulo Porto repetiu a mesma ideia de jogo aplicada contra o Grêmio, na Arena. Só que levou vantagem por jogar em um gramado pesado e diante de um adversário ainda em construção. Xaro foi vital para acionar a bola aérea e levou muito perigo. Bem fechado, o Passo Fundo sempre procurou inversões e bolas longas para atacar e criar chances o jogo todo. Só que a qualidade técnica pesou, além do pênalti cometido por Maicon, e a derrota chegou.

Zago explora Seijas e usa Carlos pelo lado

Zago começou o jogo com Seijas na função central de uma linha de três, mas a falta de infiltração e aproximação matou o 4-2-3-1. No intervalo, o treinador sacou Anselmo e botou Roberson. Com isso, recuou Seijas e passou para o 4-4-2 com um meio-campo em linha. Carlos foi escalado pelo lado do campo e ficou em campo até os 17 minutos do segundo tempo. Na vaga dele, entrou Diego e deu mais intensidade. Por fim, já com o placar favorável, Valdívia deu lugar para Eduardo Henrique e a formação voltou ao 4-2-3-1.

FICHA TÉCNICA
PASSO FUNDO 2 X 2 INTERNACIONAL

Data e hora: 19/02/2017 (domingo), às 17h (Brasília)
Local: estádio Vermelhão da Serra, em Passo Fundo (RS)
Árbitro: Jonathan Pinheiro
Auxiliares: Alduino Mocelin e Michael Stanislau
Cartões amarelos: Anselmo, Junio, Carlinhos (INT); Maicon, Saldanha, Sosa (PF)
Cartões vermelhos: Xaro (PF); Brenner (INT)
Gols: Rodolfo, aos 11 minutos do primeiro tempo (PF); Brenner, aos 2 minutos e aos 24 minutos do segundo tempo (INT); Saimon, aos 48 minutos do segundo tempo (PF)

PASSO FUNDO: Fernando Jr; Sosa (Anderson Paraíba), Rodolfo e Saimon; Maicon, Jessé (Giovanni), Possebon, Mikael e Xaro; Gênesis (Brandão) e Saldanha. Técnico Paulo Porto
Técnico: Paulo Porto

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Junio, Ernando, Paulão e Carlinhos; Anselmo (Roberson), Charles, Carlos (Diego), Seijas e Valdívia (Eduardo Henrique); Brenner
Técnico: Antônio Carlos Zago

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos