Zago revela abalo no elenco do Inter com empate: "Estão arrasados"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

O elenco do Internacional sentiu muito o gol sofrido no finalzinho do jogo contra o Passo Fundo, neste domingo (19). Segundo Antônio Carlos Zago, o empate em 2 a 2 no estádio Vermelhão da Serra, pela quarta rodada do Campeonato Gaúcho, 'arrebentou com os caras'.

O Inter saiu perdendo e virou no segundo tempo. Mas aos 48 minutos do segundo tempo tomou o gol de empate.

"Cara, por tudo aquilo que vem acontecendo na cabeça dos jogadores, eu preferia ter perdido de 1 a 0 do que ter virado e levado o empate no final. Isso aí arrebentou com os caras, eles estão arrasados no vestiário", disse Zago.

O treinador admitiu que a atuação não foi boa. Especialmente no primeiro tempo, quando o Internacional pouco criou e ainda levou gol. Na etapa final, o rendimento melhorou.

"A equipe no primeiro tempo deixou a desejar. Foi o jogo onde erramos mais taticamente. No segundo tempo tivemos mais pegada, o time voltou um pouquinho melhor, mas sofremos muito. A equipe do Passo Fundo mais intensa, principalmente quando ficou atrás do placar", comentou o treinador.

Um dos gols do Inter foi marcado de pênalti, após Roberson ser derrubado na área. Mas a arbitragem rendeu citação na coletiva. Antônio Carlos Zago lembrou de outros lances.

"O clube, às vezes, vem pagando um pouco também... Foram três pênaltis e apenas um foi dado. São coisas que acontecem, mas o resultado poderia ser totalmente diferente. O importante é que falo aos jogadores para passarmos por cima de todas as dificuldades nesse ano", afirmou Zago.

Com o empate, o Internacional acumula míseros três pontos após quatro rodadas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos