Renato Gaúcho critica atuação do Grêmio: "Tem que gostar de jogar futebol"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Renato Gaúcho quer que os jogadores do Grêmio gostem de fazer gols

    Renato Gaúcho quer que os jogadores do Grêmio gostem de fazer gols

Renato Gaúcho não escondeu a má atuação do Grêmio com a vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro-RS. Depois da partida, em entrevista coletiva, o treinador criticou a movimentação de seus jogadores. 

"O mais importante de tudo é o resultado. Agora, no meu entender o time não foi bem no primeiro nem no segundo tempo. Não vou me iludir. O mais importante foram os pontos. Cometemos muitos erros. Não vou ficar falando deles. Sei que erramos, onde erramos, vou conversar com o grupo e tentar acertar", afirmou o treinador. 

Os erros se deram principalmente na construção de jogadas. O último passe, a falta de gols, tudo preocupou o treinador. Principalmente no primeiro tempo, o Grêmio não foi bem. 

"O Barcelona tem erros, o Real Madrid tem erros. Agora o que não podemos ter é erros infantis. No segundo tempo tivemos um jogador a mais e isso não pode acontecer. Pode ser o inverso ali na frente. E temos que nos comportar melhor e gostar de fazer gols. Precisa gostar de fazer gols. Hoje poderíamos sair com um placar mais elástico, o gol é importante no campeonato e tenho cobrado muito deles. Tem que gostar de jogar futebol, gostar de fazer gols. Poderia ser quatro ou cinco se caprichássemos mais", afirmou. 

O Grêmio escapou de sair perdendo. No primeiro tempo, teve um pênalti defendido por Marcelo Grohe e outros tantos lances contra. Mas no segundo, a vitória se consolidou também por conta da expulsão do atacante Lucão, do Cruzeiro-RS. 

"É o último passe, nos precipitamos, tem que ter tranquilidade, que não é sinônimo de preguiça. Se tivéssemos mais tranquilidade sairia um ou dois gols a mais. O 2 a 0 é um placar perigoso. Tem que gostar de jogar e fazer gols. Durante o tempo todo", afirmou. 

Renato Gaúcho não quer mais saber de desculpas. Segundo ele, o Grêmio já poderia estar atuando melhor. "Estamos devendo, é lógico. Não tem mais desculpa de início de temporada. Falei que no quinto ou sexto jogo o Grêmio estaria melhor. E já poderia estar melhor. Não tem mais desculpa. É o início de ano para todo mundo. Só perdemos um pouco por causa dos jogadores no departamento médico, isso acaba com o entrosamento. Vamos curtir a folga, voltar e ver quem está inteiro para o Gre-Nal", finalizou. 

Dois dias de folga completam o calendário gremista. Na próxima quinta-feira, pela Primeira Liga, será o time de transição que irá atuar. E no próximo sábado tem o clássico Gre-Nal. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos