Times, Libertadores e torcida: como Gre-Nal pode influenciar Inter e Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Gre-Nal deste sábado pode influenciar no futuro imediato de Grêmio e Inter

    Gre-Nal deste sábado pode influenciar no futuro imediato de Grêmio e Inter

"Gre-Nal arruma ou desarruma a casa". A frase do ex-dirigente do Inter, Ibsen Pinheiro, é quase tão antiga quando o duelo contra o Grêmio e serve bem para definir os reflexos do encontro nos dois gigantes de Porto Alegre. E a edição 412 do jogo, neste sábado, não foge à regra e pode ter significado importante nos próximos passos da temporada. 

Nem Zago nem Renato estão ameaçados de demissão. O ex-zagueiro foi contratado no início do ano e trabalha na reformulação do elenco colorado. O ex-atacante conquistou a Copa do Brasil no ano passado e tem na Libertadores objetivo principal. 
 
Porém, uma derrota pode levantar dúvidas e incertezas em qualquer um dos lados, já que até agora nenhum dos dois conseguiu grandes atuações na temporada. E os reflexos não param por aí. 
 
A reportagem do UOL Esporte montou cenários de vitória e derrota e o que pode ocorrer para azuis e vermelhos em cada opção. Tudo passará pelo jogo das 18h30 (horário de Brasília), na Arena. 
 

Vitória do Grêmio

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Em caso de vitória do Grêmio, o time tricolor embala para estreia na Libertadores. Pode ter em Barrios o grande nome, ou mesmo a afirmação de Bolaños na vaga de Douglas. O equatoriano tem feito gols e boas partidas. Na quinta-feira, o Grêmio encararia o Zamora mais leve e confiante. 
 
Já o lado vermelho reviveria o drama da falta de resultados. O Inter venceu as últimas três partidas, é verdade, mas contra o Oeste que prioriza a A-2 do Paulista, diante do Criciúma em um jogo em que apenas os reservas jogaram, e contra o Brasil de Pelotas em casa por 1 a 0. Nenhuma atuação de luxo. Até então, a equipe sequer tinha ganho no Estadual. 
 
A classificação, inclusive, ficaria ainda mais pressionada em caso de infortúnio. O Colorado soma 6 pontos, está em quinto, mas ao mesmo tempo apenas três pontos distante da zona de rebaixamento, com a qual conviveu nas últimas rodadas. A turbulência que se ensaiava antes da série de vitórias pode até voltar mais forte, dependendo do resultado. 
 

Vitória do Inter

Ricardo Duarte/Inter
 
Em caso de vitória do Internacional, seria a quarta seguida. O esquema tático implantado por Antonio Carlos Zago, com três volantes, passaria pela prova mais difícil da temporada até então e ganharia força. Jogadores ainda sob avaliação como Léo Ortiz, Carlos e Brenner, dependendo do que fizerem, ganham força para seguir na equipe e a crise técnica do início do ano teria fim. 
 
Mais do que os reflexos em tabela ou campo, uma eventual vitória no Gre-Nal simbolizaria para o Internacional o fim do fantasma de 2016. O ano do rebaixamento ainda abala o elenco e repetidamente é citado em entrevistas no Beira-Rio. Ganhar do Grêmio afastaria de vez o estigma de time de Série B. Além disso, ergueria a autoestima da torcida, esmagada com a queda no ano anterior. 
 
Já do lado gremista, perder o clássico para o Internacional levantaria dúvidas sobre o trabalho de Renato Gaúcho. O treinador acabou de vez com o legado de Roger Machado no estilo de jogo do time e o rendimento até agora não foi o mesmo do ano passado. Ele mesmo, em entrevista coletiva, já salientou que pelo momento da temporada sua equipe deveria estar jogando melhor. A estreia na Libertadores passaria a ser teste de fogo para o antigo camisa sete. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos