Renato Gaúcho diz que Grêmio massacrou e ironiza Inter: "Tem que comemorar"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Renato Gaúcho ironizou o Internacional em entrevista coletiva

    Renato Gaúcho ironizou o Internacional em entrevista coletiva

Renato Gaúcho não poupou adjetivos para falar de sua equipe no empate contra o Inter em 2 a 2. Saiu chateado pelo empate, mas aproveitou a entrevista coletiva para ironizar o Internacional. 

"Eles têm que comemorar, que ficar contentes mesmo. Vieram na Arena e empataram com um time de Série A. Tem que comemorar mesmo, e eles estavam comemorando", ironizou Renato. "Mas vou dizer para vocês uma palavra que define a partida. Para mim, foi um massacre", completou. 
 
O Grêmio foi, de fato, muito superior no primeiro tempo. Vencia por 1 a 0 e poderia estar fazendo dois ou três. Mas na segunda etapa, levou a virada entre os 10 e os 13 minutos de partida. 
 
"O Grêmio deixou de jogar 10 minutos. Foi o tempo que o Internacional se aproveitou e fez os dois gols. No meu entender. Sem demagogia. O Grêmio foi muito superior ao Internacional o tempo todo. A maior prova disso é a maneira que o Grêmio acabou o jogo, com um cabeça de área, pressionando. Mas demos bobeira no início do segundo tempo, levamos dois gols bobos. O Inter se deu bem em 10 minutos e depois o Grêmio retomou as rédeas do jogo, e foi muito superior ao adversário", disse o treinador. 
 
Adiante, Fernandinho empatou e o Tricolor terminou o jogo pressionando muito em busca da vitória, que não aconteceu. 
 
"O Grêmio se descuidou. Deu uma bobeira na equipe toda. Nos 10 minutos, 8... O Inter se aproveitou", resumiu. 
 
Na próxima quinta-feira, o Tricolor encara o Zamora, na Venezuela. Será a estreia da equipe na Libertadores. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos