Inter prepara ofício à FGF e árbitro deve ser afastado do Gauchão

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional prepara uma representação oficial à FGF (Federação Gaúcha de Futebol) por conta das arbitragens no Campeonato Gaúcho. O Colorado entende que tem sido prejudicado durante o torneio e monta a peça após o incidente no final do jogo contra o Juventude, em Caxias, onde o árbitro Diego Real manteve pênalti após relato contrário dos auxiliares.

A FGF espera Diego Real nesta segunda-feira (13) para reunião e análise do episódio no estádio Alfredo Jaconi.

A Comissão de Arbitragem quer ouvir dele a explicação para o caso, mas deve aplicar punição em forma de afastamento – ainda sem prazo definido.

O ofício do Internacional não vai tratar apenas do lance envolvendo Junio, aos 46 minutos do segundo tempo do último domingo. Vai citar os jogos contra Veranópolis, Passo Fundo e Novo Hamburgo. O Colorado entende que foi prejudicado nestes confrontos.

Diante do Veranópolis, o meia-atacante Diego saiu com lesão na perna após entrada do goleiro adversário. Contra o Passo Fundo, o Inter reclama três pênaltis. Já no duelo com o Novo Hamburgo, a diretoria contesta que houve duas penalidades não assinaladas.

"Isso está com a diretoria agora, é com eles", disse Roberson na saída do estádio. "A diretoria já falou, não cabe a mim. Mas o clube está pagando um preço no campeonato", comentou Antônio Carlos Zago.

Logo depois da derrota em Caxias do Sul, o vice de futebol do Internacional subiu o tom e afirmou que o Gauchão deve ficar sob suspeição. Os erros de arbitragem, na visão de Roberto Melo, indicam um complô para impedir o sétimo título estadual seguido do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos