Súmula de jogo do Inter ignora pênalti polêmico. FGF esconde decisão

Jeremias Wernek e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Divulgada no fim da tarde desta segunda-feira (13), a súmula da partida entre Internacional e Juventude ignora o pênalti polêmico marcado no último minuto dos acréscimos, que definiu o placar de 1 a 0  para o time da serra. Não há uma linha sequer sobre o ocorrido no documento. Enquanto isso, a Federação Gaúcha de Futebol recebeu relatório da Comissão de Arbitragem, mas não irá oficializar qualquer punição ao juiz.  

O árbitro Diego Real apitou pênalti ao considerar que a bola bateu no braço de Junio dentro da área do Inter em lance nos momentos derradeiros de jogo. Porém, a bola acertou o peito do jogador do Internacional. Houve muita confusão, o jogo ficou parado por aproximadamente cinco minutos e os auxiliares todos tentaram ajudar o árbitro central. Conversaram, debateram, mas o juiz preferiu assinalar pênalti. 

Depois da partida, o Inter reclamou muito. As palavras do vice de futebol Roberto Melo indicaram um 'complô' contra o heptacampeonato do Colorado. Enquanto o lateral direito Junio relatou que o quarto árbitro do jogo informou ao juiz central que não houve penalidade. E foi ignorado. 

O único relato relevante do documento do jogo é sobre a expulsão de Charles. Segundo o juiz, o volante do Inter acertou um rival no tornozelo com força desmedida e por isso levou cartão vermelho direto. 

FGF se reúne

A Comissão de Arbitragem da Federação Gaúcha de Futebol esteve reunida na manhã e tarde desta segunda-feira. Em pauta, que decisão tomar sobre o árbitro da partida. Segundo o responsável pela pasta, Luiz Fernando Gomes Moreira, relegou ao presidente da entidade, Francisco Noveletto Neto, qualquer decisão. 

"Encarei com tristeza, mas publicamente não posso fazer análise de arbitragem. Mas posso dizer que fizemos uma reunião pela manhã, durante a manhã toda, com o trio de arbitragem. Tomamos nossa decisão após ouvir eles e repassamos a decisão ao presidente Noveletto", disse à rádio Bandeirantes. 

Procurado pela reportagem do UOL Esporte, Novelletto disse que qualquer decisão será tomada internamente para não expor o árbitro. "Não vamos expor ninguém", comentou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos