Uendel revela diálogo entre árbitro e auxiliar em jogo do Inter: "Confuso"

Do UOL, em Porto Alegre

O lateral esquerdo Uendel deu detalhes de dentro do campo dos minutos em que a partida entre Inter e Juventude esteve parada, no último domingo. No último minuto de jogo, o árbitro Diego Real assinalou pênalti em uma bola que bateu no peito de Junio. E foi alertado do erro pelos auxiliares, como contou o jogador colorado. 

"Foi bem claro. Quando o árbitro se dirigiu com a bola para o pênalti, os dois assistentes conversaram e o árbitro atrás do gol falou: para mim, peito. Daí começou a nossa pressão. Ele poderia auxiliar o árbitro. E ele foi lá e conversou. Nós ouvimos o que ele disse. Mas o árbitro assumiu, disse que viu mão", revelou Uendel. 
 
O lance gerou grande repercussão. O Internacional reclamou muito. E na segunda-feira, após uma série de reuniões, a Federação Gaúcha de Futebol resolveu afastar o comandante do jogo, mesmo sem oficializar sua pena. No próximo final de semana, por exemplo, ele está fora da escala nos jogos do Gauchão. 
 
"Nosso sentimento é um misto de tristeza e revolta pela maneira que foi marcado o pênalti. Só a questão de não ter sido já ficaria revoltado, ainda mais com a questão dos auxiliares falando que a bola teria batido no peito do Junio, como ficou claro nas imagens. Não ficaríamos 10 minutos reclamando se não tivéssemos tanta certeza. Se a bola tivesse batido na mão, reclamaríamos um minuto, e pararíamos. Insistimos, vimos a opinião do assistente, que bateu no peito, ali nos deu esperança que o árbitro voltasse atrás. Mas não aconteceu. Sentimos el (o árbitro) confuso", disse Uendel. 
 
Com apenas sete pontos em sete jogos no Estadual, o Colorado está fora da zona de classificação para a próxima fase. E independente do resultado, o que mais revoltou os jogadores do Internacional foi a maneira que tudo ocorreu. 
 
"A questão de acertar ou errar, vai acontecer. Como a expulsão do Charles. É interpretação. Os árbitros são humanos, vão errar e acertar. Mas a forma como foi, com auxílio de fora foi o que mais revoltou naquele momento", finalizou. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos