Cinco números e status no elenco. Ramiro vira fundamental no Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Ramiro passou de titular a peça-chave no Grêmio neste início de temporada

    Ramiro passou de titular a peça-chave no Grêmio neste início de temporada

Ramiro fechou o ano passado como titular e sem margem para discussão, mas neste início de 2017 o volante que atua como meia ganhou ainda mais destaque. Vice-artilheiro do Grêmio nesta temporada, ele tem sido fundamental para a dinâmica da equipe.

As atuações intensas, os gols e cinco estatísticas comprovam o status de Ramiro.

Ramiro é o jogador do Grêmio que mais acerta passes e cruzamentos. Aparece como o segundo melhor em finalizações e assistências para conclusão. Além de estar ente os cinco que melhor desarmam. Os dados do Footstats também não mostram o camisa 17 com destaque em nenhum quesito negativo, como faltas cometidas ou erros em ações do jogo.

Além dos 386 passes certos e das 15 assistências para finalização em jogos do Gauchão, ele tem papel importante na dinâmica ofensiva. Partindo do 4-2-3-1, o Grêmio usa muito Léo Moura para criar uma linha de até cinco jogadores no ataque.

Com o deslocamento do experiente lateral para o meio, Ramiro abre para o flanco dando amplitude. Quando Léo Moura avança pelo lado, a corrida do volante é por dentro ou dando linha de passe à frente da área para chamar a marcação e abrir espaço a Miller Bolãnos, Luan ou Pedro Rocha.

Essas movimentações ficam ainda mais evidentes nos gols recentes do Grêmio. Contra o Zamora-VEN, na estreia da Copa Libertadores, e diante do Brasil de Pelotas, pelo Gauchão.

A capacidade de Ramiro atuar em pelo menos três funções também deixa a comissão técnica para lá de satisfeita. Em vários jogos da temporada, ele iniciou mais à frente e depois acabou recuado, como volante.

"Ele nos ajuda bastante, taticamente ele é muito bom. E tem ajudado na frente, tem feito gols. Todo treinador gosta, você pode mudar a parte tática durante a partida podendo botar o Ramiro em outras posições. De cabeça de área, na lateral direita. E onde foi, ele jogou muito bem", citou Renato Gaúcho.

Foi com o treinador, aliás, que Ramiro viveu outra boa fase no Grêmio. Em 2013, o rendimento dele cresceu após a chegada de Renato. A sintonia entre eles faz com que o caso seja usado perante o grupo.

"Eu dou o Ramiro como exemplo ao grupo, ele sempre treina forte, sempre quer jogar. E tem ajudado", revelou Renato.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos