Renato diz que Grêmio fugiu de sua característica e defende Lucas Barrios

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Renato Gaúcho gesticula em partida do Grêmio contra o Veranópolis, na Arena

    Renato Gaúcho gesticula em partida do Grêmio contra o Veranópolis, na Arena

Renato Gaúcho defendeu Lucas Barrios. Em entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 diante do Veranópolis, neste domingo (19), o treinador disse que o paraguaio sofre com a falta de ritmo de jogo, e ainda teve uma lesão no primeiro tempo, por isso não foi bem em sua estreia como titular do Grêmio. Portaluppi, ainda, reclamou que sua equipe fugiu de sua característica de toque de bola. 

"O Barrios às vezes vocês (imprensa) ficam falando em colocar para jogar, e futebol não é assim. Sabe quem trabalha no dia a dia. Condições físicas, técnicas, não é porque o jogador chegou que tem que colocar para jogar. Estamos soltando aos poucos. Antes de hoje, o último jogo que (Barrios) tinha começado tinha sido em outubro. Como posso chegar e colocar para jogar sem conhecer os companheiros? Daqui a pouco não rende, machuca... Estamos cuidando dos jogadores, o Barrios, por não estar com ritmo do jogo há seis meses, no início do primeiro tempo sentiu o adutor. Fomos conversando, ficando mais perto da área do adversário, para não arrebentar a lesão. Mas a dor aumentou, tive que tirar ele. Por isso que eu falo, entra num ouvido e sai pelo outro quando falam. Eu sei o que estou fazendo. Colocamos um jogador, e ele sentiu uma lesão. Para quem conhece futebol, é lesão de quem está há muito tempo sem jogar. É que nem o Fernández. Pedir é para quem não entende de futebol", reclamou. 
 
Barrios, de fato, não teve a melhor jornada. Acabou substituído após cometer vários erros de passe. Luan foi quem assumiu protagonismo no time e marcou o gol de empate no início da etapa final. 
 
O rendimento do time rendeu críticas. Segundo Renato Gaúcho, o Grêmio mudou sua característica de jogo sem que isso tivesse sido trabalhado. 
 
"Tem certas coisas que são difíceis de explicar. Eu havia chamado a atenção deles para entrarem ligados, talvez com a entrada do Barrios, que não foi ordem minha, mas começaram a cruzar a bola e exageraram neste sentido. Procuraram o Barrios e não estamos acostumados a jogar desta forma. Insistimos muito nos cruzamentos no primeiro tempo, estamos acostumados a trabalhar a bola. Por isso não fomos tão bem, fugimos da nossa característica", acrescentou. 
 
O Grêmio tem 13 pontos e é terceiro colocado no Gauchão. O adversário na próxima rodada será o Novo Hamburgo. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos