Grêmio tem início fulminante, goleia o Juventude e se classifica no Gaúcho

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Jogadores do Grêmio comemoram gol de Michel contra o Juventude

    Jogadores do Grêmio comemoram gol de Michel contra o Juventude

O Grêmio atropelou o Juventude. Com um começo de jogo fulminante, o time de Porto Alegre marcou uma vez a cada 10 minutos de jogo no primeiro tempo. Com 30, três de vantagem a partida deste sábado (25) resolvida na Arena. O placar ficou em 4 a 0 e foi mais que suficiente para classificação às quartas de final do Campeonato Gaúcho com uma rodada de antecedência. 

Com 17 pontos, o Tricolor não pode mais deixar a linha de avanço à próxima fase. O jogo da última rodada, diante do São Paulo-RS, servirá apenas para decidir a posição final na primeira etapa. Hoje o time azul, branco e preto é vice-líder. Já o Juventude, com 11 pontos, pode deixar a linha de avanço com o complemento da rodada, domingo. 
 
Em campo, o Grêmio foi amplamente superior. Utilizando Ramiro como volante e Léo Moura no meio, ganhou qualidade e aumentou a velocidade de transição entre a defesa e o ataque. Saindo rapidamente, tratou de decidir a partida logo de cara. 
 

Bolaños coordena ações ofensivas do Grêmio

O Grêmio fez de tudo para antecipar o retorno de Bolaños da seleção do Equador. E foi recompensado. O jogador ditou o ritmo das ações ofensivas do time neste sábado. Fez um gol, participou de repetidas jogadas de frente e mostrou toda sua qualidade. 
 

Rebotes do goleiro atrapalham o Juventude

Douglas, goleiro do Juventude, teve participação direta em dois gols do jogo. Deu rebote em duas pancadas de longe de Edílson. A primeira acabou em gol de Léo Moura, a segunda resultou no pênalti convertido por Luan. As falhas com rebatidas para frente o deixaram como destaque negativo da partida. 
 

Nova velha posição: Ramiro joga recuado e é decisivo

Ramiro é originalmente volante, mas desde o fim do ano passado atuava como meia aberto pelo lado direito. Deu certo na temporada 2016, mas neste ano, após a saída de Walace, uma vaga no centro do campo apareceu. Neste sábado, ele voltou para a antiga posição e foi decisivo. Retomou a bola e começou a jogada do primeiro gol do Tricolor, marcado por Miller Bolaños. 
 

Um gol a cada 10 minutos

O Grêmio mudou sua forma de jogar em relação ao ano passado. Drasticamente. Em vez de ser o time da posse de bola, o Tricolor de 2017 aposta no contra-ataque. Fez isso, inclusive, em alguns jogos da Copa do Brasil que conquistou. Mas agora é regra. E, com isso, mesmo em casa a equipe de Renato Gaúcho deu espaço ao Juventude. Foi proposital. Esperou a hora certa de retomar a bola e sair no contra-ataque. Fez isso duas vezes em 16 minutos, e nas duas marcou. Primeiro Ramiro recuperou, deu para Pedro Rocha que rolou para o gol de Bolaños. Em seguida foi Michel quem recuperou, tabelou com Luan e colocou nas redes. Em seguida, após cobrança de falta de Edílson, Léo Moura fez o terceiro antes mesmo dos 30 de jogo. Um gol a cada 10 minutos de partida. 
 

Juventude surpreende por postura ofensiva. Dá errado

Todos esperavam um Juventude defensivo. Não foi o que o time de Caxias do Sul apresentou. Em vez de retrair-se e esperar o Grêmio, o Ju tentou dominar as ações da partida e trocar passes. Esbarrou na própria falta de qualidade. Errou lances cruciais do jogo, sofreu contra-golpe e gols. Aos 30 minutos já perdia por três de diferença e jamais conseguiu seus objetivos em campo. No segundo tempo acabou levando o quarto gol, repetindo movimentação ofensiva. 
 

Há quase um ano

Desde 6 de abril do ano passado que o Grêmio não fazia quatro gols numa partida. Foi contra o Brasil de Pelotas, pelo Gauchão. Depois de quase um ano, a marca se repetiu. 
 
FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 0 JUVENTUDE
 
Data: 25/03/2017 (quarta-feira)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Élio Nepomuceno de Andrade Júnior e Alexadre Kleiniche
Renda: R$ 389.976,00
Público: 13.340 (Total)
Cartões amarelos: Lucas (JUV), Caprini (JUV), Bruno Ribeiro (JUV); Edílson (GRE); 
Gols: Miller Bolaños, do Grêmio, aos 12 minutos do primeiro tempo; Michel, do Grêmio, aos 16 minutos do primeiro tempo; Léo Moura, do Grêmio, aos 28 minutos do primeiro tempo; Luan, do Grêmio, aos 19 minutos do segundo tempo; 
 
GRÊMIO
Marcelo Grohe; Edílson, Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel, Ramiro, Léo Moura (Fernandinho), Bolaños (G. Fernández) e Pedro Rocha (Lincoln); Luan
Técnico: Renato Gaúcho
 
JUVENTUDE
Douglas; Vida, Ruan, Wanderson e Bruno Collaço; Bruninho, Lucas, Caprini e Wallacer (Kaion); Dieguinho (Bruno Ribeiro) e Tadeu (Taiberson). 
Técnico: Gilmar Dall Pozzo
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos