Inter perde no tempo normal, mas bate Caxias nos pênaltis e vai à final

Do UOL, em Porto Alegre

Aos 4 minutos de jogo, o herói do último jogo do Inter, Marcelo Lomba, se lesionou em uma cobrança de tiro de meta. Sinal de que a tarde não seria fácil para os colorados. E não foi mesmo. Neste domingo (23), o time de Antonio Carlos Zago jogou mal, viu Brenner ser expulso, perdeu por 1 a 0 e só não ficou ainda pior porque o goleiro Keiller pegou um pênalti no segundo tempo. O resultado levou a decisão para as cobranças de penalidade e brilhou novamente o goleiro, outra defesa. Vitória por 5 a 3, quatro dias depois de eliminar o Corinthians, o Inter voltou a vencer nos pênaltis. 

O Caxias foi melhor. Conseguiu administrar o jogo, saiu na frente na etapa inicial e foi poucas vezes ameaçado realmente. Em um jogo cheio de confusões e discussão (até mesmo nas cobranças de pênalti quando o médico do Caxias invadiu o campo e ainda fez movimentos como se fosse brigar com D'Alessandro), Brenner ainda foi expulso após atingir o árbitro na reclamação gerada pelo pênalti assinalado contra o Colorado. Tudo dava errado.

Mas quatro dias depois de eliminar o Corinthians nos pênaltis da Copa do Brasil, o Colorado conseguiu repetir feito. Venceu o Caxias por 5 a 3. Sem Marcelo Lomba, Keiller parou a batida de Márcio e garantiu o resultado. Todos os demais cobradores fizeram os gols. 

O outro finalista é o Novo Hamburgo, que empatou com o Grêmio em 1 a 1 e venceu nos pênaltis. O primeiro jogo será no Beira-Rio, no próximo domingo. E o seguinte no Estádio do Vale. 

Na fogueira: Keiller pega pênalti

O goleiro Keiller fez seu primeiro jogo como profissional. Após boas intervenções, precisou pegar um pênalti no segundo tempo e outro nas cobranças, levando o time à decisão.  

Léo Ortiz quase põe tudo a perder 

O zagueiro Léo Ortiz já tinha errado uma série de lances, mas acabou fazendo o pior no meio do segundo tempo. Segurou o atacante Marlon e cometeu pênalti. Seria pior não fosse a defesa de Keiller. 

4 minutos: Lomba se lesiona sozinho

Herói do Internacional contra o Corinthians, o goleiro Marcelo Lomba vivia sua melhor fase no Inter. Mas bastaram quatro minutos em campo diante do Caxias para ver abreviado o momento de glória. Autor de defesas importantes com a bola rolando, após parar dois pênaltis na Copa do Brasil, o goleiro do Internacional se lesionou sozinho ao bater um tiro de meta logo no começo do jogo. Foi sacado, deu lugar a Keiller.

Quem não faz....


Inter e Caxias fizeram 20 minutos de uma partida igual. Sem conseguir criar oportunidades claras, nenhum dos dois lados tinha chegado perto de abrir o placar. Muitos erros de passes até então, falhas coletivas e individuais abreviavam ataques. Mas aos 21 minutos, uma jogada tramada em que o Colorado conseguiu trocar uma série de passes virou oportunidade evidente. Rodrigo Dourado enfiou para Edenílson, que driblou o goleiro e ficou com a meta aberta. Ao concluir, acertou a trave. E o destino cobrou caro. Quatro minutos depois Wagner cruzou e Julio Cesar abriu o placar para o Caxias aproveitando-se de falha individual de Alemão na marcação.

Caxias segura o Inter

O Internacional tentou sair para o ataque depois do gol. Mas não conseguiu. Salvo uma reclamação de pênalti em lance com Nico López, o Colorado pouco conseguiu. Com linhas adiantadas e volantes 'colados' em D'Alessandro, os donos da casa pouco sofreram. E ainda rondaram o gol defendido por Keiller. Ao fim do primeiro tempo, a equipe grená era absoluta na partida e já tinha acabado com a vantagem vermelha. 

Antonio Carlos Zago é acertado por jogador do Caxias

Em uma disputa de bola quase na linha de fundo, Antonio Carlos, técnico do Inter, acompanhou de perto. E um movimento com o braço, Elyeser acertou o técnico do Internacional, que caiu no gramado. Depois, colocou gelo no olho direito, alegando ter sido agredido. Mas nada de maior aconteceu. 

Pênalti polêmico, confusão e expulsão

Um lance polêmico resultou na expulsão de Brenner, do Inter. Léo Ortiz segurou o atacante Marlon, do Caxias. Começou o movimento fora da área, mas o jogador do time grená só caiu dentro. O árbitro Daniel Nobre Bins marcou pênalti. Gerou-se uma confusão e o centroavante Brenner acabou esbarrando no árbitro pelas costas. Ao sentir o toque o juiz expulsou o colorado. Na cobrança, Keiller defendeu a cobrança de Gilmar. 

FICHA TÉCNICA
CAXIAS (3) 1 X 0 (5) INTERNACIONAL
Data e hora: 23/04/2017 (Domingo)
Local: estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Daniel Nobre Bins
Auxiliares: Maurício Penna e André da Silva Bittencourt
Cartões amarelos: Alemão (INT), Victor Cuesta (INT), Léo Ortiz (INT), D'Alessandro, Uendel (INT); Wagner (CAX), Laércio (CAX), Gilmar (CAX); 
Cartões vermelhos: Brenner (INT)
Gols: Julio Cesar, do Caxias, aos 25 minutos do primeiro tempo;

Caxias
Lúcio; Thiago Machado, Laércio, Edson Borges e Geninho; Marabá (Baiano), Júlio César, Elyeser e Wagner (Marlon); Reis e Gilmar (Jajá).
Técnico: Luiz Carlos Winck

Inter
Marcelo Lomba (Keiller); Alemão, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Anselmo (Diego), Edenílson (Valdívia) e D'Alessandro; Nico López e Brenner.
Técnico: Antonio Carlos Zago

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos