Novo Hamburgo bate o Grêmio nos pênaltis e fará final com Inter

Do UOL, em Porto Alegre

Grêmio e Novo Hamburgo repetiram o jogo de ida. Em forças, em chances, em disputa e no placar. Neste domingo (23) o novo empate em 1 a 1 levou a decisão da vaga na final do Gauchão para os pênaltis. Nas cobranças, Preto, capitão do Novo Hamburgo, acertou a trave e Marcelo Grohe pegou a cobrança de Assis. Lincoln colocou para fora e Matheus defendeu a batida de Pedro Rocha. E depois de nove cobranças contando as alternadas, Kannemann perdeu e o Novo Hamburgo venceu por 7 a 6. 

O jogo repetiu a semifinal anterior. O Inter também precisou dos pênaltis para se classificar. Perdeu para o Caxias e levou a vaga nas cobranças. Fará a final contra o Novo Hamburgo. O primeiro jogo será no próximo domingo, no Beira-Rio. A volta no fim de semana seguinte. 
 
Em um jogo de muitas alternativas, o Grêmio foi protagonista. Atrás pelo empate com gols no jogo de ida, o Tricolor só conseguiu abrir o placar aos 19 do segundo tempo graças a uma boa partida defensiva do Novo Hamburgo. Mas após o gol de Barrios, esteve apenas oito minutos com a mão na vaga. Porque levou o gol de Julio Santos. 
 
Mesmo tendo preservado titulares na Libertadores, o Tricolor acabou eliminado do Gauchão e seguirá na fila pela conquista estadual. A última aconteceu em 2010. 

Lucas Barrios sai do banco e decide

Lucas Barrios fez aquilo que foi contratado para fazer: gol. Entrou no segundo tempo e na primeira chance clara que se apresentou bateu de fora da área e abriu o placar. 

Matheus se posiciona mal

O goleiro do Novo Hamburgo teve boa parcela de contribuição no gol gremista. A batida de Barrios não foi tão forte e ele, mal posicionado, acabou ficando longe de fazer a defesa. 

100 vezes Pedro Rocha

Herói da conquista da Copa do Brasil do ano passado, Pedro Rocha completou 100 jogos pelo Grêmio. Depois de viver uma dura negociação para renovar seu contrato, permaneceu e conseguiu se firmar no time. Neste domingo, foi importante nas movimentações ofensivas do time. 

Grêmio domina o Novo Hamburgo

Em desvantagem pelo empate em 1 a 1 em casa no jogo de ida, o Grêmio precisava vencer. E foi atrás disso que saiu desde o primeiro minuto. Por isso dominou as ações do jogo e atuou praticamente durante todo o primeiro tempo no campo do Novo Hamburgo. Chances, porém, criou poucas. Edílson, de falta, Bolaños em cruzamento, Pedro Rocha de longe, foram as principais oportunidades. E no contra-ataque, João Paulo ameaçou a meta de Marcelo Grohe.

Leicester gaúcho joga sem a bola

O campeão inglês da temporada passada é exemplo para o Novo Hamburgo. Ciente que teria dificuldades em encarar 'de igual para igual' o Grêmio, como disse o volante Preto ao fim  do primeiro tempo, o time anilado tratou de se fechar. Saídas apenas em contra-ataques rápidos. Não ter a bola não foi tratado como demérito. E sim qualidade em defender-se. 

Grêmio abre o placar, Novo Hamburgo iguala

O Grêmio precisou de 19 minutos de segundo tempo para fazer o gol. E precisou ser de fora da área. Pedro Rocha dividiu, Lucas Barríos pegou ela e bateu cruzado. O goleiro Matheus estava mal posicionado, saltou e acabou ficando longe da bola. Gol do Grêmio e um novo jogo até o final. O Novo Hamburgo saiu atrás do empate e conseguiu nove minutos mais tarde. Julio Santos, de cabeça após cobrança de escanteio, colocou na rede. 

Torcedor cai da arquibancada

No gol do Novo Hamburgo, um torcedor foi comemorar e caiu da arquibancada no campo. Muito machucado, precisou ser atendido por uma ambulância. Estava consciente, mas atraiu a atenção de todos. 

FICHA TÉCNICA

NOVO HAMBURGO (7) 1 X 1 (6) GRÊMIO

Data
: 23/04/2017 (Domingo)
Local: estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
Auxiliares: Jose Eduardo Calza e Alexandre Kleiniche
Cartões amarelos:  Ramiro (GRE), Edílson (GRE), Léo Moura (GRE); Julio Cesar (NH), Renan (NH), Amaral (NH), Preto (NH); 
Gols: Barrios, do Grêmio, aos 19 minutos do segundo tempo; Julio Santos, do Novo Hamburgo, aos 28 minutos do segundo tempo; 

NOVO  HAMBURGO
Matheus;  Léo, Júlio Santos, Pablo e Assis; Amaral, Preto, Renan e Juninho; João Paulo e  Branquinho (Lucas Santos).
Técnico: Beto Campos

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Edílson (Barrios), Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Ramiro, Léo Moura (Lincoln), Bolaños (Arthur) e Pedro Rocha; Luan.
Técnico: Renato Gaúcho
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos