Pottker decide e garante vitória do Inter na estreia do Gauchão

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação

O ano começou com vitória. Nesta quinta-feira (18) o Internacional ganhou do Veranópolis, no estádio Beira-Rio, com um gol de William Pottker em jogo da primeira rodada do Gauchão. A atuação teve altos e baixos e se valeu de erro defensivo do adversário para definir 1 a 0. A curiosidade é que o Colorado começou a partida com escalação sem nenhum reforço contratado.

Sem nenhum reforço escalado, o Inter usou a base que jogou a Série B. As caras iguais tentaram executar ideias diferentes de futebol e o resultado foi um meio termo. Nem tanto como antes e ainda longe do que o Colorado quer em 2018.

O que mudou, de fato, foi a formação. O 4-1-4-1 foi adotado e em vários momentos D'Alessandro flutuou entre recuos para iniciar o jogo e avanços para ficar lado a lado com Leandro Damião. Com a bola nos pés, o Inter não foi avassalador. Foi minimamente melhor que o rival.

Pottker é premiado pelo esforço

O atacante foi um dos que mais correu durante todo o jogo. O gol foi um prêmio para tamanha dedicação e colaboração com o time.

Laterais reservas

O Inter perdeu seus dois laterais escolhidos para iniciar a temporada. Dudu, contratado junto ao Figueirense, sentiu antes mesmo da bola rolar e foi vetado pelos médicos. Uendel tomou pancada no joelho esquerdo e saiu no começo da partida. Sem eles, o Colorado jogou com Cláudio Winck e Iago.

Inter controla, mas sofre para marcar

O Inter se vendeu como diferente, mas não foi totalmente distinto no primeiro jogo do novo ano. Contra um adversário fechado, o time repetiu expedientes bem antigos. Os cruzamentos apareceram muito e o Colorado foi para o intervalo sem ter criado uma boa chance.

A busca pelos passes curtos e rasteiros, a pressão na marcação e um jogo vertical ficaram um pouco de lado. Talvez pela postura do rival. Talvez pelo curto tempo de preparação. D'Alessandro recuou para iniciar as jogadas, mas sofreu em busca de opções de passe.

Logo no começo do segundo tempo, contudo, o Internacional deu uma prova daquilo que pode fazer. Rodrigo Dourado tabelou com Damião e lançou Pottker. Ele disparou e bateu na saída do goleiro. Uma jogada pelo meio, com toques rápidos e sem bola pelo alto.

A jogada saiu em um raro momento em que o Veranópolis se expôs. Com a linha defensiva aberta, o time da Serra Gaúcha não resistiu. Depois de abrir o placar, o Inter conseguiu mais três chances vivas para ampliar e perdeu. Os visitantes chegaram, mas sem perigo real.

Protesto

Uma faixa foi aberta nas arquibancadas do Beira-Rio. O pano branco tinha a frase "R$ 50 é roubo" em alusão ao preço dos ingressos. Mesmo com valor mínimo de R$ 30, conforme rege o regulamento do estadual, o Inter botou as entradas para não-sócios mais caras.

Ainda que os tíquetes estivessem mais caros, o público no estádio foi bom.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 0 VERANÓPOLIS

Data e hora: 18/01/2018 (quinta-feira), às 21h (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público: 15.149 pessoas (12.649 pagantes)
Renda: R$ 538.540,00
Árbitro: Douglas Silva
Auxiliares: Elio Nepomuceno Júnior e Jorge Eduardo Bernardo
Cartões amarelos: Victor Cuesta, Rodrigo Dourado (INT);
Gols: William Pottker, aos 3 minutos do segundo tempo (INT)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Victor Cuesta e Uendel (Iago); Rodrigo Dourado, Edenilson; William Pottker, D'Alessandro (Nico López) e Camilo (Gabriel Dias); Leandro Damião
Técnico: Odair Hellmann

VERANÓPOLIS: Reynaldo; Felipe Mattioni, Léo D'Agostini, Rafael Bonfim e Jadson; Bertotto, Jair, Eduardinho e Rogerinho (Gabriel Silva); Wesley e Juba (Matheus Lagoa)
Técnico: Julinho Camargo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos