Inter usa só um titular, perde para o Brasil-PEL e fica mais longe do topo

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jonathan Silva/GE Brasil

    Colorado teve Ruan expulso no primeiro tempo no estádio Bento Freitas

    Colorado teve Ruan expulso no primeiro tempo no estádio Bento Freitas

O Internacional perdeu para o Brasil de Pelotas, neste domingo (4), no estádio Bento Freitas. Com apenas um titular, o Colorado fez uma partida pouco criativa e foi batido por 1 a 0, gol de Itaqui. O time de Odair Hellmann teve um jogador expulso no primeiro tempo e nos acréscimos viu o Xavante também perder um atleta por cartão vermelho. Mas não adiantou.

A derrota em Pelotas deixa o Colorado mais longe da ponta da tabela do Gauchão. Com nove pontos, o Inter fica em terceiro lugar, mas a seis pontos do líder Caxias. O Brasil de Pelotas chegou a 13 e se isola como vice-líder.

A expulsão de Ruan, no primeiro tempo, afetou a atuação do Inter. Mas antes do cartão vermelho o Colorado já não era soberano na partida. Nos acréscimos, Leandro Camilo escorregou, perdeu a posse de bola e foi obrigado a fazer falta. Com isso, recebeu novo amarelo e foi para fora.

Dourado confirma estratégia

Jonathan Silva/GE Brasil

O Colorado relacionou apenas três titulares para o jogo e manteve a estratégia. Sempre que botou uma formação reserva em campo, começou a partida com no máximo um dos titulares. Rodrigo Dourado ocupou o papel que já foi de Danilo Fernandes (contra o Novo Hamburgo) e Dudu (diante do Avenida-RS). Com a faixa de capitão, o volante teve atuação discreta e com erros em saída de jogo e posicionamento.

Cotovelo, empurrão e catimba

Pottker chamou o Gauchão de 'mini-Libertadores' e talvez tenha acertado a ideia mesmo que apelando para uma comparação um tanto quanto extrema. O jogo em Pelotas teve catimba de sobra e lances ríspidos. Ainda no começo, Roger e Leandro Leite se estranharam e sobrou cotovelo em dividida. Os atacantes do Xavante pressionaram Marcelo Lomba na hora da reposição e também houve empurrão em lances de bola parada.

Inter cria pouco e sucumbe à pressão

Jonathan Silva/GE Brasil

O Inter aguentou a pressão inicial do time da casa, criou uma boa chance com Roger que parou em grande defesa de Pitol e ficou nisso. Envolvido em um confronto bastante físico, o Colorado sucumbiu. A formação reserva não conseguiu nem se sobressair na qualidade.

O que era ruim ficou pior. Ruan, que já tinha amarelo, foi expulso após lance com Toty no meio-campo. O árbitro Roger Goulart assinalou falta do lateral e não pensou duas vezes ao dar a segunda advertência que resultou no cartão vermelho.

Com um a menos, o Inter virou presa fácil para o Brasil de Pelotas. Itaqui, ainda no primeiro tempo, abriu o placar depois de um erro na saída de bola. Na saída para o intervalo, todos os jogadores do Colorado foram pressionar a arbitragem e houve princípio de confusão. 

Expulsão muda o Inter duas vezes

Logo depois de Ruan levar o cartão vermelho, Odair Hellmann mandou Iago sair da lateral esquerda e passar para o outro lado da defesa. Patrick, que havia iniciado o jogo como meia aberto pela esquerda, recuou para a lateral.

No segundo tempo a improvisação foi desfeita. Cláudio Winck entrou no lugar de Camilo ainda no intervalo e ocupou a lateral direita. Assim, Iago voltou para a lateral esquerda e Patrick retornou para o meio-campo.

Cartão até para os reservas

O clima do jogo no Bento Freitas pode ser resumido com duas passagens. Os jogadores do Inter que sequer estavam em campo levaram cartões amarelos. William Pottker foi advertido durante o intervalo e no início do segundo tempo foi a vez do goleiro suplente Daniel. Ambos receberam a punição por reclamação.

FICHA TÉCNICA
BRASIL-PEL X INTERNACIONAL

Data e hora: 04/02/2018 (domingo), às 17h (Brasília)
Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Árbitro: Roger Goulart
Auxiliares: Alduino Mocelin e Michael Stanislau
Cartões amarelos: Heverton, Deyvid Sacconi, Eder Sciola, Leandro Camilo, Itaqui (BRA); Ruan, Marcinho, William Pottker, Daniel, Charles (INT)
Cartão vermelho: Ruan (INT); Leandro Camilo (BRA)
Gols: Itaqui, aos 38 minutos do primeiro tempo

BRASIL-PEL: Marcelo Pitol; Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Bruno Collaço; Leandro Leite e Itaqui (Sousa); Toty, Deyvid Saccony (Luiz Henrique) e Calyson; Luiz Eduardo (Robério)
Técnico: Clemer

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Ruan, Danilo Silva, Thales e Iago; Charles, Rodrigo Dourado, Marcinho (William Pottker), Camilo (Cláudio Winck) e Patrick; Roger (Juan Alano)
Técnico: Odair Hellmann

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos