Com gol relâmpago e primeiro de Jael, Grêmio bate o NH e deixa degola

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Rímoli/AGIF

    Thonny Anderson, do Grêmio, comemora seu gol com Ramiro durante partida contra o Novo Hamburgo na Arena do Grêmio pelo Campeonato Gaúcho 2018

    Thonny Anderson, do Grêmio, comemora seu gol com Ramiro durante partida contra o Novo Hamburgo na Arena do Grêmio pelo Campeonato Gaúcho 2018

Antes mesmo de 30 segundos de jogo, o Grêmio já vencia. E seguiu assim até o apito final. Neste sábado (24), o time de Porto Alegre contou com uma ótima atuação de Thonny Anderson e o primeiro gol de Jael para bater o Novo Hamburgo por 3 a 0, na Arena. De quebra, deixou a incômoda última posição no Gauchão.

Agora com sete pontos, o Grêmio saiu da zona de rebaixamento. Pulou para o nono lugar, ainda fora da zona de classificação para a segunda fase da competição. Já o Novo Hamburgo fez o caminho inverso. Atual campeão gaúcho, o time do Vale dos Sinos tem seis pontos e agora é penúltimo.

O resultado, ainda, embala o Tricolor para estreia na Libertadores. Na terça-feira (06), o time inicia a briga pelo tetracampeonato no Uruguai contra o Defensor.

Gol, assistência, caneta, chapéu: Thonny Anderson brilha

Ricardo Rímoli/AGIF

Thonny Anderson teve uma atuação de gala. O ex-cruzeirense fez o primeiro gol deixando o marcador no chão. Ainda distribuiu dribles, 'caneta', chapéu, jogadas de efeito, toques de calcanhar. No segundo gol, driblou três vezes o mesmo adversário até cruzar para Jael escorar e Michel marcar.

Duas assistências e o primeiro gol de Jael

De pênalti, aos 43 minutos do segundo tempo, Jael fez seu primeiro gol pelo Grêmio. Um ano e três meses depois, o jogador voltou a marcar um gol. Tirou a camisa, vibrou muito, como se tirasse um peso das costas. A torcida gritou por Jael, ele agradeceu, um emocionante ato que fechou o placar. 

Gol relâmpago abre caminho para o Grêmio

Mal o jogo começou e o placar já estava 1 a 0 para o Grêmio. A bola saiu e, 20 segundos depois, Jael recebeu passe e enfiou para Thonny Anderson, que cortou e bateu no canto esquerdo de Michel Alves.

Um gol com menos de um minuto e caminho aberto para o Grêmio. O jogo que poderia ser tenso, pois o Tricolor entrou em campo como lanterna do Gauchão, tornou-se totalmente controlado. Tanto que, aos 12, Michel acertou a trave e uma série de novas oportunidades passaram a surgir.

Construção coletiva e segundo gol

Aos 34 do segundo tempo, depois de outra linda jogada de Thonny Anderson, que driblou três vezes um adversário, Jael poderia ter tentado o gol ao ficar cara a cara com Michel Alves. Mas foi solidário, rolou para o meio e deixou Michel só com o gol à sua frente para fazer o segundo.

Beto Campos mexe com 20 minutos no NH

O Novo Hamburgo tinha, antes do jogo, uma proposta preferencialmente defensiva. A ideia era esperar e contar com o relógio, que pressionaria o Grêmio a medida que o gol não saísse. Mas saiu logo cedo. Desta forma, toda estratégia montada por Beto Campos ruiu.

O Novo Hamburgo precisou tornar-se protagonista e não conseguiu. Esteve sempre mais perto de levar outro gol do que de fazer. Tanto que, aos 20 minutos do primeiro tempo, o técnico Beto Campos, campeão gaúcho com o mesmo Novo Hamburgo no ano passado, tirou David e colocou Renan. Não deu certo e o seu time acabou o primeiro tempo levando 2 a 0.

Tensão? Nada disso!

O segundo tempo seria de pressão do Novo Hamburgo? Tensão do Grêmio, que começou o jogo como lanterna? Uma batalha? Nada disso. O Grêmio foi superior o tempo inteiro e ainda chegou ao terceiro gol depois de pênalti cometido em cima de Maicosuel.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 3 X 0 NOVO HAMBURGO

Data: 24/092/2018 (sábado)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Leirson Peng Martins e Fabrício Lima Bassegio
Renda: R$ 399.817,00
Público:12.964 (total)
Cartões amarelos: Julio Santos (NH); Jael (GRE)
Gols: Thonny Anderson, do Grêmio, aos 20 segundos de jogo; Michel, do Grêmio, aos 34 minutos do primeiro tempo; Jael, do Grêmio aos 43 minutos do segundo tempo; 

GRÊMIO
Paulo Victor; Madson, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Michel, Jaílson (Alisson), Ramiro, Thonny Anderson (Lima) e Everton (Maicosuel); Jael.
Técnico: Renato Gaúcho

NOVO HAMBURGO
Michel Alves; Bindé, Roberto Dias, Julio Santos e Assis; David (Renan), Diogo Oliveira, Zotti (Henrique Santos) e Juninho; Ricardo Lobo (Branquinho) e Jean Silva.
Técnico: Beto Campos

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos