Grêmio vence São Paulo-RS e encaminha vaga na volta de Arthur

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Gremio FBPA

    Volante Maicon fez o gol e foi melhor jogador do Grêmio diante do São Paulo-RS

    Volante Maicon fez o gol e foi melhor jogador do Grêmio diante do São Paulo-RS

O Grêmio está virtualmente classificado às quartas de final do Gauchão, mas não foi fácil. Nesta quarta-feira (7), na Arena, o Tricolor teve grandes dificuldades ofensivas e venceu o São Paulo-RS com um gol de pênalti, convertido por Maicon, no segundo tempo: 1 a 0. O avanço de fase depende de resultado paralelo no complemento da penúltima rodada da fase atual. A partida também fica marcada pela volta de Arthur, que entrou na etapa final após 98 dias fora por lesão no tornozelo esquerdo.

Com 13 pontos, o Grêmio aguarda resultado de São José-POA x Juventude que se enfrentam na quinta-feira, às 19h30 (Brasília), no Passo D'Areia. Se o time de Caxias do Sul não vencer, a vaga do Tricolor está assegurada.

A atuação do Grêmio, mesmo com força máxima, não foi boa. O domínio territorial foi estéril por conta da falta de criatividade. Sem Luan, com edema na coxa direita, Cícero começou na função e depois foi a vez de Thonny Anderson tentar atuar ali.

Cícero repete roteiro que virou rotina

Cícero começou como substituto de Luan, na função central de uma linha de três, mas não produziu muito. Ainda no primeiro tempo, passou a recuar um pouco mais. No intervalo, foi puxado para trás de vez. Essas mudanças repete o que se tornou rotina no Grêmio 2018: ir mexendo no camisa 10 ao longo das partidas, do ataque para linhas mais defensivas.

Arthur volta e é ovacionado

Depois de 98 dias, Arthur voltou a jogar. O volante, recuperado de lesão no tornozelo esquerdo, entrou na reta final do jogo para ganhar ritmo. A troca foi precedida por um coro do estádio pedindo sua entrada. E ao pisar no gramado, ele foi ovacionado. A volta ocorreu um dia antes da previsão do Grêmio para conclusão do negócio com o Barcelona.

Grêmio faz primeiro tempo enrolado

O Grêmio sentiu a falta de um jogador à frente da área adversária. Cícero e Jailson se alternaram para ocupar a função, mas não conseguiram ajudar o time no primeiro tempo. A etapa foi de domínio, mas sem contundência. As melhores chances foram em cobranças de falta de Ramiro ou em chutes de média e longa distância.

Duas trocas melhoram o time

As entradas de Thonny Anderson e Alisson deixaram o Grêmio mais agudo. Com Ramiro recuado para lateral direita e Cícero na função de volante, o Tricolor adotou postura ofensiva e conseguiu criar mais. Com volume e intensidade, o rendimento foi melhor.

Pênalti decisivo

Mesmo melhor, o Grêmio não resolveu com a bola no chão. Com a bola rolando. A saída foi marcar de pênalti. Alisson foi empurrado na ponta direita e a arbitragem não titubeou. Na cobrança, Maicon converteu e garantiu o gol.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 SÃO PAULO-RS

Data e hora: 07/03/2018 (quarta-feira), às 21h45min (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 11.976 pessoas (10.165 pagantes)
Renda: R$ 344.717,00
Árbitro: Márcio Coruja
Auxiliares: André da Silva Bitencourt e Tiago Kappes Diel
Cartões amarelos: Labarthe, Marcelo, Ricardo, Felipe, Pico (SP)
Gols: Maicon, aos 21 minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo Gomes (Thonny Anderson), Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson (Alisson), Maicon, Ramiro, Cícero e Everton; Hernane
Técnico: Renato Gaúcho

SÃO PAULO-RS: Nícolas; Falcão, Gulithi, Pedro e Felipe; Marcelo (Ricardo), Labarthe, Pico e Thiago Silva (Rafael Paraíba); Janderson e Marlon (Lorran)
Técnico: Ernesto Guedes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos