Gre-Nal renova polêmicas e troca valsa por "um minuto de silêncio"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Grêmio provocou Inter durante comemoração pelo tri da Libertadores, no ano passado

    Grêmio provocou Inter durante comemoração pelo tri da Libertadores, no ano passado

A rivalidade entre Grêmio e Internacional pode ter ficado sem jogos por um ano, mas não esfriou nesse período. Às vésperas de um reencontro, os rivais renovam as polêmicas. A valsa de Eduardo Sasha, em alusão ao jejum do Tricolor, deu lugar ao 'minuto de silêncio' pelo Colorado. A prévia do clássico, contudo, ainda não teve troca de farpas.

A valsa de Sasha, na final do Gauchão de 2016, foi estopim para uma série de provocações. No ano passado, o Grêmio lembrou do Inter após ganhar a Libertadores.

"Um minuto de silêncio. Shhhhi. Para o Inter que está morto", cantaram os jogadores no vestiário do estádio Ciudad de Lanús, na grande Bueno Aires. O vídeo viralizou e a música foi adotada por vários gremistas. Em clara alusão ao momento do rival, na Série B.

"O que eles falam ou deixam de falar não nos atinge em momento algum. Quem fala que o Inter está morto não tem o mínimo de conhecimento da história do futebol. É algo de conhecimento também", disse Edenilson, volante do Internacional.

Ricardo Duarte/SC Internacional

Walter Kannemann foi um dos mentores da provocação, mas foi Edilson quem divulgou. O lateral direito, agora no Cruzeiro, já havia provocado o Inter em um clássico válido pelo Brasileirão. Depois da vitória por 1 a 0, ele pegou uma bandeirinha de escanteio e dançou próximo das arquibancadas. Um revide em Sasha, que meses antes fez os colorados irem ao delírio. O atacante brincou com a série de anos sem título do Grêmio.

"São atletas diferentes do lado de lá, do lado de cá. Gre-Nal tem sempre um tempero diferente até se for amistoso. Clássico é sempre especial", comentou Ramiro ao ser questionado sobre um clima de revanche quase dois anos depois do histórico 5 a 0 no clássico.

As alfinetadas são recorrentes na história do Gre-Nal. Nos últimos anos, os clubes também abraçaram algumas piadas que começaram nas arquibancadas ou em campo. Até agora, o clássico que encerra a fase de classificação do Campeonato Gaúcho ainda não foi apimentado. O resultado de domingo, às 17h (Brasília) pode mudar isso. E também pode render mais dois duelos entre os arquirrivais, já nas quartas de final do estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos