D'Ale x Renato. Gre-Nal é tira-teima para duelo de ídolos à moda antiga

Jeremias Wernek e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Vinícius Costa/ Preview.com

    Ídolos estiveram em sete clássicos ao mesmo tempo e cada lado venceu apenas uma vez

    Ídolos estiveram em sete clássicos ao mesmo tempo e cada lado venceu apenas uma vez

Ídolos, craques, provocadores. D'Alessandro e Renato Gaúcho já foram comparados e possuem várias características em comum. Na volta do Gre-Nal, após um ano de jejum, eles ficam frente a frente de novo em uma espécie de tira-teima nesse duelo particular. Até aqui, a dupla se cruzou sete vezes e cada lado ganhou apenas uma vez.

O argentino e o brasileiro flertam com o status de ídolos à moda antiga. Tamanha identificação e pelo perfil fora do politicamente correto. Do discurso blasé. 

A vitória de D'Alessandro foi em maio de 2011, na final do Gauchão. O triunfo de Renato aconteceu dias antes. O curioso é que os dois ganharam fora de casa.

Depois das vitórias na final do Campeonato Gaúcho daquele ano, Renato e D'Ale estiveram em outros cinco clássicos e todos terminaram empatados. Em 2013, a dupla trocou provocações. O treinador do Grêmio brincou com o número de títulos conquistados e o meia respondeu ao falar em fitas VHS com títulos do Tricolor - em referência a seca de conquistas.

No estádio Centenário, em Caxias do Sul, Inter e Grêmio ficaram no 2 a 2, e D'Alessandro comemorou fazendo um binóculos com as mãos. Dias antes, Renato havia dito que era preciso usar o equipamento para alguns times enxergarem o Tricolor, um dos primeiros na tabela. As farpas entre os dois, no entanto, sempre ficaram em um bom nível.

Renato Portaluppi retornou ao Grêmio em 2016, tirou o clube da fila e conduziu o time a conquista da Copa do Brasil. D'Alessandro regressou ao Beira-Rio em 2017 e ajudou o Inter a voltar para a Série A do Brasileirão. Essas duas passagens recentes reforçaram a idolatria.

Renato também liderou o Grêmio na campanha do tri da Libertadores e no bi da Recopa Sul-Americana. Enquanto isso, D'Alessandro prosseguiu seu envolvimento extracampo com a comunidade e enraizou identificação com Porto Alegre e os colorados.

Neste domingo (11), o Internacional recebe o Grêmio às 17h (Brasília). O Colorado divide a liderança do Campeonato Gaúcho com o Brasil de Pelotas, mas leva a melhor nos critérios. Já o Tricolor é oitavo e precisa vencer para garantir classificação às quartas de final.

Para D'Alessandro e Renato Gaúcho também vale um acréscimo na galeria de espólios. Um tijolo a mais na já sólida imagem de ídolo em cada museu de Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X GRÊMIO

Data e hora: 11/03/2018 (domingo), às 17h (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Transmissão na TV: PPV
Árbitro: Jean Pierre Lima
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Lúcio Flor

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Dudu, Klaus, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Nico López, D'Alessandro e Patrick; Roger
Técnico: Odair Hellmann

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Jailson, Maicon, Ramiro, Luan e Everton; Jael (Cícero)
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos