Grêmio frustra festa de D'Alessandro, vence e faz dar Gre-Nal nas quartas

Jeremias Wernek e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    O atacante Luan comemora o segundo gol anotado no Gre-Nal, no Beira-Rio

    O atacante Luan comemora o segundo gol anotado no Gre-Nal, no Beira-Rio

D'Alessandro completou 400 jogos e recebeu uma placa antes do jogo. Mas a festa ficará para depois. Neste domingo (11), foi o Grêmio quem comemorou no clássico Gre-Nal 413. Com dois de Luan, o time tricolor fez 2 a 1 no Beira-Rio pela última rodada da primeira fase do Gauchão e garantiu mais dois clássicos logo em seguida, nas quartas de final.

O Inter já estava classificado. Porém, perdeu a liderança da competição e avançou em terceiro. Com a vitória o Grêmio passou em sexto e mais dois clássicos definirão quem vai às semifinais do campeonato.

Os gols do Grêmio foram construídos utilizando as costas do lateral direito Dudu e a pouca participação defensiva de Nico López. Sobraram Luan e Everton construindo jogadas de qualidade e o bom apoio de Cortez. No segundo tempo, o Colorado dominou o jogo, descontou com Rodrigo Dourado, mas não o suficiente para empatar.

As quartas de final começam no próximo final de semana, clássico Gre-Nal na Arena. No meio de semana, o Inter enfrenta o Cianorte pela Copa do Brasil e o Grêmio não tem partida marcada.

Luan, Everton e Cortez: Grêmio manda no primeiro tempo

O Grêmio mandou no jogo muito por força de três jogadores: Luan, Everton e Cortez. O primeiro foi o organizador, ocupou o espaço entre volantes e zaga do Inter e passou a distribuir bons passes utilizando-se das lacunas deixadas pelo rival. Everton e Cortez, pela esquerda, alternaram avanços e criaram as chances mais claras da partida para sua equipe. 

Gabriel Dias e Edenílson: Inter melhora e pressiona

O Inter foi dono do segundo tempo. Com a entrada de Gabriel Dias na vaga de Dudu, Edenílson passou a ser lateral direito, conteve Everton e fez o time vermelho melhorar de sobremaneira. Rodrigo Dourado marcou logo aos dois minutos do segundo tempo e a pressão pautou a movimentação do Colorado. Roger, Edenílson e Nico López perderam chances claras de gol. 

Confusão antes do jogo (dentro de campo)

A bola nem tinha rolado e o clássico Gre-Nal teve sua primeira confusão. No sorteio de quem sairia com a bola D'Alessandro e Maicon, capitães dos times, já começaram a se empurrar e discutir bastante. Apartados pelo árbitro do jogo, a calmaria só veio depois de um novo sorteio e quando os demais jogadores já iniciavam um foco de problema, com cada time de um lado do campo.

Grêmio usa lado frágil do Inter e faz dois

Um jogo sem qualquer chance de gol até o Grêmio descobrir o caminho. O lado direito defensivo do Inter é frágil. E se mostrou uma lacuna facilmente explorada. No primeiro gol, Cortez entrou sozinho e cruzou para Luan, sozinho, marcar. No segundo, Everton entrou a dribles na área até sofrer pênalti cometido por Cuesta. Luan fez o gol. Até o fim do jogo, o Grêmio usou mais duas vezes o lado direito de defesa do Inter e quase marcou novamente. 

Um minuto de silêncio.... E vaias que viram aplausos

Enquanto os gremistas vibravam e cantavam 'um minuto de silêncio para o Inter que está morto', os colorados vaiaram. Assim foi o fim do primeiro tempo. O Colorado, apático, escapou de levar mais ao menos dois gols. Enquanto o Grêmio jamais foi ameaçado e vibrou com cada lance do jogo. Porém, o crescimento do Inter no segundo tempo fez a vaia virar aplauso. O Colorado não empatou por pouco e acabou reconhecido pelos aficionados presentes. 

Substituição no árbitro

O clássico teve um registro inusitado no segundo tempo. O árbitro Jean Pierre Lima sentiu dores muscular na perna direita, chegou a receber atendimento médico, mas não conseguiu prosseguir. No lugar dele entrou Jonathan Pinheiro.

Confusão antes do jogo (fora de campo)

Antes da partida, o cenário no entorno do Beira-Rio foi marcado por confusão. Pedras foram arremessadas contra os ônibus que traziam torcedores do Grêmio. Os aficionados azuis revidaram, a Brigada Militar separou utilizando gás de pimenta. Até mesmo o ônibus da delegação gremista foi alvo de uma pedrada. O material foi recolhido pelo segurança do clube e entregue aos órgãos competentes.

400 jogos de D'Alessandro

D'Alessandro completou 400 jogos pelo Inter. No clube desde 2008 - ficando 2016 no River Plate emprestado - o gringo recebeu homenagem antes da partida e uma placa para celebrar a marca. O encontro com o Grêmio marcou sua estreia pelo Colorado, na ocasião a partida valia pela Sul-Americana de 2008.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X GRÊMIO
Data
: 11/03/2018 (Domingo)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Jean Pierre Lima (Jonathan Pinheiro)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Lúcio Flor
Renda: R$1.481.244,00
Público: 42.327 (total)
Cartões amarelos: D'Alesandro (INT), Cuesta (INT), Edenílson (INT); Kannemann (GRE); 
Gols: Luan, do Grêmio, aos 23 e aos 28 minutos do primeiro tempo; Rodrigo Dourado, do Inter, aos 2 minutos do segundo tempo; 

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Dudu (Gabriel Dias), Klaus, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Nico López, D'Alessandro e Patrick (Wellington Silva); Roger (Marcinho). 
Técnico: Odair Hellmann

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Madson (Alisson), Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Jailson, Maicon, Ramiro, Luan e Everton (Luan); Jael (Michel).
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos