Sustos e mistérios: quais novidades Inter e Grêmio podem ter no clássico

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Nico López (e) e Alisson (d) estão na disputa por vagas nos times para o Gre-Nal

    Nico López (e) e Alisson (d) estão na disputa por vagas nos times para o Gre-Nal

O sábado (17) será definitivo para Inter e Grêmio. As estratégias de Odair Hellmann e Renato Gaúcho serão trabalhadas e a melhor, na avaliação deles, escolhidas para o clássico Gre-Nal. Em uma semana pautada por sustos e mistérios, as peças espalhadas pelo tabuleiro restam como interrogações a quem não faz parte das comissões técnicas dos dois gigantes de Porto Alegre.

Inter tem pelo menos três dúvidas, mas podem ser cinco

O Internacional tem, inicialmente, três dúvidas, mas elas podem aumentar para cinco, a começar pelo sistema de jogo. Desde o ano passado o time trabalha no 4-2-3-1, mas o primeiro tempo do último clássico deixou o comando técnico em dúvida. Contra o Cianorte, na quarta-feira, já foi 4-1-4-1 a formação.

Edenílson foi bem pela direita nas duas oportunidades que teve, mas deixou o jogo da última quarta alegando dores na coxa direita. Aparentemente está recuperado, mas pode dar lugar a Fabiano, contratado do Palmeiras e que pode estrear.

Na zaga, Klaus deu susto no último treino. Uma pancada no joelho direito em dividida com Fernandinho ameaça a presença dele em campo. Rodrigo Moledo é o substituto natural, mas ainda não fez uma boa partida sequer nesta passagem pelo Inter.

Nico López pode atuar pela direita ou dar lugar a Marcinho. Se o segundo atuar, Nico disputa posto com Roger no comando do ataque. Além disso, Danilo Fernandes, recuperado de lesão, é alternativa para Marcelo Lomba. E Gabriel Dias pode deixar o time caso Fabiano jogue na direita e Edenílson no meio.

"Não acredito em mágica, situações que vai fazer algo muito diferente do que tem como ideia desde o início e treinado. As circuntâncias, às vezes, pode acontecer. Um exemplo é que nós temos centroavante de referência, mas joga com linha de quatro e dois atacantes, um mais móvel, outro de referência, e o jogo te apresentou para colocar dois. São características distintas, não foge da ideia. Temos feito isso, variado, acho que dentro do que temos feito e trabalhado, tudo é possível", disse Odair Hellmann.

Ramiro na direita? Arthur no meio? Jael ou Brocador?

Enquanto isso, o Grêmio tem outra série de interrogações. Sem expor titulares em campo, Renato Gaúcho garante que tem a equipe definida em sua cabeça, mas só irá tornar isso público minutos antes da partida.

No trabalho de sexta-feira, foi a vez de Ramiro dar um susto. Levou uma pancada na altura da cabeça e deixou a atividade. O jogador trabalhou deslocado na quinta. Foi lateral direito, com Madson deixando a equipe e Alisson aparecendo no lado direito de criação. É uma das opções de Renato.

Além disso, Arthur, recuperado de lesão, está totalmente apto a começar jogando, com Jailson podendo deixar o time. No ataque, Jael e Hernane Brocador disputam vaga.

"Eu falei para vocês antes do outro jogo, o Inter era o líder, o Grêmio estava brigando para conseguir classificação. E falei que não havia favorito. E não existe. Independente de posição, Gre-Nal é Gre-Nal, é superação dos dois lados, como foi no último. Um tempo para cada lado. Espero que o Grêmio faça mais uma vez uma atuação como do primeiro tempo. E que consigamos uma mínima vantagem para levarmos para o Beira-Rio", declarou Portaluppi.

Inter e Grêmio treinam na manhã deste sábado e definem suas equipes para o jogo. Porém, só revelarão suas armas pouco antes da bola rolar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos