Renato elogia, mas pede Grêmio humilde para confirmar vaga no Gre-Nal

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Gremio FBPA

    Treinador disse que euforia da torcida não irá afetar grupo de jogadores

    Treinador disse que euforia da torcida não irá afetar grupo de jogadores

A vantagem é grande, mas Renato Gaúcho não quer dar margem para o azar. Depois de vencer por 3 a 0, neste domingo (18), o treinador do Grêmio pediu pés no chão ao Tricolor contra o Internacional. Na quarta-feira, o time de Luan e companhia joga para confirmar classificação às semifinais do estadual.

Renato chegou a dizer que a euforia do torcedor não entrará no vestiário. A alegria do público se justifica pela série invicta desde novembro de 2015 e grandes atuações.

"Fizemos mais uma grande partida, conseguimos uma vantagem boa. Já falei para o grupo no vestiário: não tem porque mudar algo. O que a gente faz é certo. O resultado a gente busca. Não vamos mudar absolutamente nada. Vamos continuar respeitando o Internacional. Importante que vamos continuar com os pézinhos no chão, respeitando o adversário, e com mais 90 minutos", disse Renato.

Na semana passada, o Grêmio fez um grande primeiro tempo e sofreu na etapa final. Agora foi o inverso. Depois de um início mais duro, o Tricolor marcou em linda jogada e abriu o caminho para uma vitória incontestável. De dominação completa.

"Difícil conter euforia do torcedor, mas aqui dentro não tem euforia. Nada que vem lá de fora vai entrar no nosso vestiário. Vamos respeitar o adversário, como sempre foi. O torcedor tem que vibrar, tirar onda… Se fosse o contrário, seria o mesmo", comentou o treinador do Grêmio.

A vitória do Grêmio também repete um cenário que ocorreu somente em 2007. Naquele ano, o Tricolor venceu dois clássicos em sequência. De lá para cá, não conseguiu mais. Até agora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos