Eliminado, mas reconstruído. Inter vê saldo positivo em queda no Gauchão

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    D'Alessandro comemora gol do Inter no clássico Gre-Nal desta quarta

    D'Alessandro comemora gol do Inter no clássico Gre-Nal desta quarta

O Inter está fora do Gauchão. Mesmo vencendo o Grêmio por 2 a 0 na quarta-feira (21), o time de Odair  Hellmann não conseguiu reverter a vantagem de três gols construída pelo rival na Arena. Porém, engana-se quem pensa que a queda só tem reflexos negativos no clube vermelho.

Depois de ter perdido dois Gre-Nais em sequência, a primeira palavra forte foi dada por D'Alessandro. A vitória significaria reaver a honra, o respaldo da torcida. Ganhar do Grêmio era mostrar que o trabalho seguia sendo bem feito, como o gringo fez questão de salientar durante a semana.

"Temos muito objetivos pela frente. Entramos em fases decisivas da Copa do Brasil, vai começar a Série A. Nossas cinco primeiras rodadas do Brasileiro são só times grandes, jogos complicados. A vitória nos dá tranquilidade para trabalhar. E o trabalho é bom, está sendo bem feito. A gente vem trabalhando muito e mesmo percebendo o contraditório que é ter perdido dois Gre-Nais, o caminho e o planejamento a longo prazo fica mais forte. Se não vier agora, lá na frente alguma coisa muito boa está por vir", disse D'Ale antes de orquestrar o Inter em campo e marcar um golaço que por pouco não simbolizou levar a decisão para os pênaltis.

E a consolidação não se deu apenas dentro de campo. Mesmo que o jogo, com postura protagonista, intenso, 'martelando' atrás do gol tenha ficado clara, o Inter vê ter superado o rival como pilar da reconstrução pela qual passa.

"Foram 180 minutos e eu não retiro o que foi dito. O Grêmio está um passo à frente de onde estamos hoje. Não podemos esquecer que no ano passado jogamos uma segunda divisão, foi um trauma muito grande, algo inédito no clube. E o Grêmio trabalha junto há três anos. É uma grande diferença. O Grêmio teve a continuidade que esperamos ter e o Inter merece isso para poder recuperar-se, para poder voltar a conquistar títulos importantes", disse o vice de futebol Roberto Melo.

Não bastasse ter firmado uma ideia de trabalho e respondido depois de dois tropeços, o Inter elevou a autoestima do torcedor. Abalados com os dois infortúnios seguidos, os colorados já pouco acreditavam no time, que volta à elite do futebol brasileiro. Mas, com o 2 a 0 sobre o Grêmio, a recuperação do Inter dá sinais de realmente estar em andamento.

"É um amadurecimento dentro deste processo de reconstrução de time. Que sirva de parâmetro para o Brasileiro e a Copa do Brasil", finalizou Odair Hellmann, técnico do time.

O próximo compromisso será apenas na semana do dia 4 de abril (data original do jogo), contra o Vitória, pela quarta fase da Copa do Brasil. O jogo, porém, deve ser confirmado para dia 3 ou 5 porque no dia 4 há jogo do Grêmio pela Libertadores em Porto Alegre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos