Topo

Futebol


Vice do Inter reclama de conduta de jogadores do Grêmio: "Fizeram teatro"

Jeferson Guareze/AGIF
Árbitro Leandro Vuaden aparta Luan após princípio de confusão durante clássico entre Internacional e Grêmio Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

2018-03-22T01:08:28

22/03/2018 01h08

O vice de futebol do Inter, Roberto Melo, criticou a atuação dos jogadores do Grêmio após sua equipe vencer por 2 a 0 o jogo de volta das quartas de final do Gauchão, nesta quarta-feira (21). Segundo ele, a 'cera' e o 'teatro' dos jogadores rivais pesou no placar.

"Quem sabe se o árbitro tivesse expulsado o Jael, que deu um soco no Cuesta. Poderia ser diferente. É um detalhe, uma agressão no jogo, talvez isso teria feito alguma diferença. Talvez pela maturidade, nosso curto espaço de tempo, não saber fazer cera o jogo todo, se jogar no chão. Porque tem jogadores do Grêmio que devem ter feito curso de teatro, cada um que encosta neles se atiram e ficam no chão. Se tivéssemos feito isso lá (na Arena) no momento ruim do jogo, talvez não tivesse sido 3 a 0. Se fizéssemos a cera que o Grêmio fez aqui, poderia ter sido diferente", disse Melo.

O Grêmio, em vantagem por ter vencido o jogo de ida, adotou o expediente de ganhar tempo sempre que houve oportunidade. O goleiro Marcelo Grohe caiu, demorou para repor a bola, segurou tanto que o árbitro Leandro Vuaden deu sete minutos de acréscimo no segundo tempo.

"São fatores que levam a um resultado no jogo. Hoje tivemos uma regularidade e poderíamos ter até feito o terceiro gol. Talvez, com essas outras situações, e nem sei se o nome disso é maturidade, poderia ter sido diferente", disse.

O Internacional está fora do Gauchão. Agora, terá tempo para trabalhar até o dia 4 de abril, quando encara o Vitória pela Copa do Brasil.

Mais Futebol