TJD-RS remarca julgamento de dupla Gre-Nal por confusões em clássico

Do UOL, em Porto Alegre

  • Marinho Saldanha/UOL

    Denúncia diz respeito ao primeiro Gre-Nal de 2018, em 11 de março, no Beira-Rio

    Denúncia diz respeito ao primeiro Gre-Nal de 2018, em 11 de março, no Beira-Rio

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul remarcou o julgamento de Grêmio e Internacional, denunciados após confusão no clássico 413 - válido pela última rodada do Gauchão. Os dois clubes foram enquadrados em artigo do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) que prevê perda de mando de campo e multa.

A sessão, originalmente programada para 20 de março, acontecerá na próxima terça-feira (28), às 17h. A dupla responderá pelo arremesso de cadeiras no estádio Beira-Rio, uso de rojão e até o arremesso de uma pedra ao ônibus com a delegação do Grêmio.

A Procuradoria do TJD-RS enquadrou os dois clubes no artigo 213 I, §1º. O Inter responderá duas vezes e, portanto, pode perder 20 mandos de campo. Já o Grêmio pode perder 10 mandos de campo. Nos dois casos, também pode ser aplicada multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

O artigo fala em punição por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto".

Grêmio e Internacional se enfrentaram três vezes em 10 dias. O primeiro clássico, que gerou a denúncia ao TJD-RS, gerou os subsequentes. O Tricolor venceu duas vezes e o Colorado ganhou o mais recente. A equipe de Renato Gaúcho segue no Gauchão e o time de Odair Hellmann está eliminado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos