"Viciei esse grupo em ganhar", diz Renato após 4ª final seguida do Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Grêmio disputou final de todos os campeonatos que jogou nos últimos meses

    Grêmio disputou final de todos os campeonatos que jogou nos últimos meses

O empate com o Avenida-RS confirmou o Grêmio em mais uma final. É a quarta seguida em menos de cinco meses e com uma história diferente. Na decisão do Gauchão, o Tricolor percorreu caminho espinhoso que chegou a ter última posição na tabela e contas pesadas para garantir classificação. Às vésperas de outra decisão, Renato Gaúcho celebrou.

"Eu viciei esse grupo em ganhar. A palavra é sempre ganhar e ganhar. Ganhar", disse Renato.

O Grêmio abriu o Campeonato Gaúcho com o chamado time de transição, um grupo formado por jovens da base e reforços recém-contratados. Essa equipe, sob o comando de César Bueno, não venceu nenhuma partida nas quatro primeiras rodadas e deixou uma herança dura ao grupo principal. Os campeões da Libertadores voltaram de férias, tiveram pré-temporada curta e já entraram em campo na obrigação de salvar o clube.

"A gente sabia da nossa qualidade, de tudo que a gente pode fazer. O Renato bancou que a gente ia classificar, a gente comprou isso com ele. Nos classificamos, estamos na final", comentou Luan.

A presença na final do Gauchão não deixa de ser histórica. O Grêmio enfileira decisões em menos de seis meses. Disputou os títulos da Libertadores em novembro, Mundial de Clubes em dezembro, Recopa Sul-Americana em fevereiro e agora vai lutar pelo Estadual, isso sem contar a Copa do Brasil do fim de 2016.

"O Grêmio na final eu já havia bancado lá atrás. Falei com o grupo, o grupo é bastante consciente. Chegamos, nos classificamos e agora estamos na final. Faltam mais 180 minutos, contra o Brasil de Pelotas, e qualquer um pode ser campeão. O Grêmio chegou, então é lógico que a gente quer ganhar. Sob o meu comando, chegamos em quatro finais. Ganhamos três (conta de Renato lembra a Copa do Brasil de 2016 e não cita a Recopa). Só não ganhamos o Mundial. Vamos para mais uma decisão e esperamos que o torcedor compareça. Eles vão nos ajudar a brigar pelo título", pediu o treinador.

Na Libertadores, venceu o Lanús-ARG tanto em Porto Alegre como na grande Buenos Aires. Em Abu Dhabi, o Grêmio perdeu para o Real Madrid o título de melhor time do mundo. E na Recopa, ficou com a taça nos pênaltis. Em 2016, com Renato Portaluppi, o time bateu o Atlético-MG e ganhou a Copa do Brasil e abriu essa era de conquistas e bonança.

A decisão do Campeonato Gaúcho volta a figurar no histórico do Grêmio depois de três anos. A última vez havia sido em 2015. Nos dois anos mais recentes, o Tricolor parou na semifinal. Primeiro para o Juventude, em 2016, e depois em duelo com o Novo Hamburgo, no ano passado. O confronto com o Brasil de Pelotas reedita decisão de 1919 e começa no domingo, em Porto Alegre. O segundo jogo será no estádio Bento Freitas, em 8 de abril.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos