Grêmio abre final do Gauchão com receita campeã atrás de vantagem

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação Grêmio

    Grêmio constrói vantagem no jogo de ida de mata-mata desde 2016. No Gauchão tem sido igual

    Grêmio constrói vantagem no jogo de ida de mata-mata desde 2016. No Gauchão tem sido igual

O Grêmio da terceira passagem de Renato Gaúcho como treinador tem uma marca: gosta de mata-mata e adora encaminhar o confronto já no primeiro jogo. Neste domingo (1), na Arena, o Tricolor aposta muito nessa característica para ficar perto do título de campeão gaúcho. A meta diante do Brasil de Pelotas é simples. Repetir o que foi feito na Copa do Brasil e Libertadores.

A equação que leva ao cenário já rotineiro, de bom resultado no primeiro jogo, é composta por vários elementos. Entre eles está o foco, atenção a todos os detalhes e empenho máximo. Nem que seja preciso dosar forças no jogo subsequente.

"O Renato falou para a gente focar na decisão. Primeiro vamos pensar no Brasil de Pelotas e depois a gente pensa na Libertadores", disse Bruno Cortez ao ser indagado sobre os planos para o duelo de quarta-feira, em Porto Alegre, diante do Monagas-VEN. "(Temos que) Fazer o que o Grêmio faz. Ter foco, o tal do foco. Atenção a todos os detalhes. Isso faz diferença. Quando nosso time entra concentrado, com foco, as coisas ficam diferentes", comentou.

O Grêmio é tão linear em confrontos eliminatórios que repete não só o lado bom do roteiro. Também reproduz seus defeitos. Depois de uma grande atuação, tem um desempenho mais discreto a seguir. Após uma vitória maiúscula, surge o comedimento.

Na caminhada até o quinto título da Copa do Brasil houve isso contra Palmeiras, Cruzeiro e Atlético-MG. No ano passado, na reconquista da América, da mesma forma - especialmente contra o Barcelona de Guaiaquil. Agora em 2018, o registro foi diante do Internacional e também no confronto com o Avenida-RS.

É quase que um recuo natural após esforço físico e mental acima da média. Antes de um jogo decisivo também é habitual uma preservação inconsciente no elenco. Renato já tratou disso publicamente mais de uma vez e pediu cuidado. Mas a fórmula tem dado certo.

Agora chegou a vez de aplicar essa marca em um campeonato que o clube não conquista desde 2010. Esse jejum já foi citado diversas vezes como um combustível para o desejo tão grande pelo Gauchão. Internamente, o Tricolor entende que a retomada do estadual passa, e muito, por um bom placar em casa. O segundo jogo da finalíssima será em Pelotas, no outro domingo, e deve ter clima mais hostil. Chegar lá com uma boa vantagem confirma o roteiro. E deixa o Grêmio mais perto de uma nova taça.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X BRASIL DE PELOTAS

Data e hora: 01/04/2018 (domingo), às 16h (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Transmissão na TV: RBS TV e PPV
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: José Eduardo Calza e Leirson Martins

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson (Maicon), Arthur, Ramiro, Luan e Everton; Jael
Técnico: Renato Gaúcho

BRASIL-PEL: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Artur; Leandro Leite, Valdemir, Mossoró, Calyson e Alison Farias; Léo Bahia (Lourency)
Técnico: Clemer

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos