Com a mão na taça, Grêmio pode conquistar quarto título em 16 meses

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Rímoli/AGIF

    Renato Gaúcho comanda a retomada do Grêmio com títulos sequenciais

    Renato Gaúcho comanda a retomada do Grêmio com títulos sequenciais

Um título a cada quatro meses. Este pode ser o retrospecto do Grêmio desde dezembro de 2016. Basta confirmar a conquista do Campeonato Gaúcho neste domingo (08) a partir das 16h (de Brasília) contra o Brasil de Pelotas. Com a mão (quase as duas) na taça por ter feito 4 a 0 no jogo de ida, o Tricolor luta contra o jejum de oito anos no torneio estadual.

Foi no distante 2 de maio de 2010, quando foi derrotado pelo Inter por 1 a 0 no Olímpico, que o Grêmio conquistou o estadual pela última vez. A taça veio por conta do 2 a 0 que havia aplicado no rival no duelo de ida, no Beira-Rio. Passaram sete edições de Gauchão, oito anos. Seis títulos do Inter, um do Novo Hamburgo.

Mas o 'ciclo virtuoso' denominado pelo presidente Romildo Bolzan Júnior teve início em 2016. O Grêmio conquistou a Copa do Brasil e rompeu jejum de conquistas relevantes que batia 15 anos. E a sequência é de comemoração após comemoração. Veio a Libertadores de 2017, a Recopa no início deste ano e o Gaucho pode ser o quarto título em 16 meses.

"A gente tem um sentimento bom. A fase é muito boa. O grupo se cobra muito. Fazia 15 anos que o Grêmio não ganhava, poderíamos ter parado ali. Mas não… O Renato sempre cobrou, nosso grupo tem profissionais e estamos mostrando diariamente a concorrência forte. Competitividade alta, respeito mútuo. Essa final é muito importante para a gente. Estamos desde 2010 sem ganhar esse título e sabemos o peso dele para o clube, para o povo gaúcho", disse o zagueiro Pedro Geromel.

O começo claudicante do Gauchão chegou a ameaçar o projeto de voltar a vencer o torneio. Com o time B (chamado 'de transição'), o Grêmio passou rodadas na zona de rebaixamento. Melhorou com o regresso dos titulares e garantiu vaga nas quartas de final apenas ao vencer o Inter na última rodada da fase de grupos.

Pegou exatamente o Colorado na primeira eliminatória, fez 3 a 0 em casa, perdeu por 2 a 0 fora e avançou. Em seguida veio o Avenida com novo 3 a 0, mas fora, e empate em casa. Classificação e agora a final.

O jogo de ida foi avassalador. O Grêmio, na Arena, fez 4 a 0 no Brasil de Pelotas. Por isso pode até perder por três gols de diferença que leva a taça pela 37ª vez.

FICHA TÉCNICA
BRASIL DE PELOTAS X GRÊMIO
Data e hora
: 08/04/2018 (Domingo), às 16h (Brasília)
Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Transmissão na TV: RBS TV e PPV
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael Silva Alves e Lúcio Beiersdorf Flor
BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Ednei, Héverton, Leandro Camilo e Bruno Collaço; Leandro Leite, Valdemir, Morrosó e Alisson Farias; Calyson e Lourency.
Técnico: Clemer
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Arthur, Ramiro, Luan e Everton; Jael.
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos