UOL Esporte Campeonato Goiano
 
18/02/2010 - 18h49

Ameaçado, Artur Neto culpa arbitragem pela derrota do Atlético-GO

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Depois de sofrer a virada e ser derrotado pelo Santa Helena, por 2 a 1, na última rodada do primeiro turno o Atlético-GO deixou a liderança do Campeonato Goiano e caiu para a segunda posição. O técnico Artur Neto elegeu um culpado para este resultado, o árbitro Wellington Branquinho, que expulsou o volante Erandir, aos 11 minutos da segunda etapa.

“Ele não pode fazer o que fez aqui e passar em branco, as pessoas fingirem que não aconteceu nada. É muito bonito eu falar do jogo e ele ir embora pra casa impune. Quero ver se ele tem coragem de fazer o que fez hoje dentro do Acciolly”, esbravejou o treinador em entrevista à Rádio 730.

“A equipe tinha o jogo nas mãos, mas a partir do momento que perdeu um jogador, se desequilibrou em campo. Na sequência nós sofremos o gol. Ele criou e mudou o jogo. Se ele tivesse critério o jogo seria diferente”, completou.

Após esta derrota, Artur Neto, que já vinda sendo questionado, ficou ainda mais ameaçado. O diretor de futebol do clube Adson Batista e o vice-presidente Mauricio Sampaio, fizeram uma reunião nesta tarde para traçar o futuro do clube, que pode ter mudanças em diversos setores, apesar de o Atlético-GO ser o vice-líder do Estadual e já estar classificado na Copa do Brasil.

Outro problema solucionado pela diretoria do Atlético-GO foi a situação do volante Robston, que após a partida do último domingo, desapareceu e só foi se reapresentar na quarta-feira. Nesta quinta, o atleta explicou seus motivos, que foram aceitos pela direção, e ele foi reintegrado ao grupo.

O elenco do Atlético-GO apenas participou de um treino regenerativo e de musculação na tarde desta quinta. A equipe enfrenta no próximo domingo, às 16h (de Brasília) o algoz desta quarta-feira, o Santa Helena, desta vez, no estádio Antonio Acciolly, pela primeira rodada do segundo turno.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host