UOL Esporte Campeonato Goiano
 
18/03/2010 - 09h29

Segundo imagens de TV, policial atirou bomba que feriu lateral do Vila Nova

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Os rumos da investigação sobre os incidentes ocorridos no jogo entre Canedense e Vila Nova, pelo Campeonato Goiano, devem mudar. Um vídeo publicado nesta quarta-feira pela TV Serra Dourada mostrou que um policial arremessou a bomba que feriu Marcelo, lateral do Vila Nova.

Até então, acreditava-se que o artefato teria sido jogado por torcedores da Canedense. O lateral Marcelo, de 18 anos, sofreu ferimentos na perna e no rosto após a explosão da bomba. Ele deixou o estádio Plínio José de Souza, em Senador Canedo, em uma ambulância.

Sem ferimentos graves, Marcelo deixou o pronto-socorro após uma lavagem nos locais atingidos pelos estilhaços. O jogador deve ficar de três a quatro semanas afastado dos gramados.

O incidente ocorreu nesta segunda-feira, assim que a partida terminou. Após a vitória do Vila Nova por 2 a 1, torcedores da Canedense foram até a entrada dos vestiários da equipe visitante e brigaram com os jogadores do Vila Nova.

Após a confusão, o Tribuna de Justiça Desportiva de Goiás (TJD/GO) interditou o estádio da Canedense e exigiu uma série de melhorias para que o local seja liberado. Olivaldo Pereira, juiz da partida, não relatou os incidentes na súmula, pois já estava nos vestiários quando tudo começou.

Um dos mais exaltados na confusão, Max, goleiro do Vila Nova, revidou uma agressão e brigou com torcedores da Canedense. “Quero pedir desculpas para todos os torcedores pelo meu descontrole, mas no momento acabei perdendo a cabeça mesmo e tive que revidar, pois estava sendo bastante chutado por torcedores e dirigentes”, disse.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host