UOL Esporte Campeonato Goiano
 
10/04/2010 - 07h02

Goiás e Atlético-GO fazem o 1º jogo da semi na reabertura do Serra Dourada

Filipe Grecco
Em São Paulo

Na tarde deste sábado Goiás e Atlético-GO darão início à fase semifinal do Campeonato Goiano. A partida que será realizada às 16h (de Brasília), além de ser o duelo entre os dois representantes do Estado na Série A do Campeonato Brasileiro, vai marcar a reabertura do estádio Serra Dourada, principal praça esportiva de Goiânia e que ficou fechado para reformas por cerca de quatro meses.

ATLÉTICO-GO NO TWITTER

O principal palco do futebol Goiano, o estádio Serra Dourada está fechado desde o final de 2009, para fazer a manutenção das partes elétrica e hidráulica, além da troca dos para-raios, exigências do Corpo de Bombeiros. O gramado também foi totalmente trocado. Para esta reforma, foi destinado o valor de R$ 5 milhões pelo Governo do Estado de Goiás e as obras foram entregues dentro do prazo previsto: início do mês de abril.

Porém, a principal preocupação dos dois lados é o estado do gramado, que recebeu críticas do volante Túlio, do Goiás. “Que vai ser um excelente campo eu não tenho dúvidas, agora se vai estar em condições ideais para esse sábado eu tenho minhas dúvidas. Quando eu fui lá o gramado ainda tinha muitas falhas. Mas o engenheiro me garantiu que aquele tipo de grama cresce muito rápido, então espero que já esteja bem fechadinho, se não 100%, mas em condições de desenvolver um bom futebol.”

O Atlético-GO fez a melhor campanha e terminou a fase de classificação em primeiro lugar e por isso tem a vantagem de jogar pelo empate, ou por dois resultados iguais. Para o clássico deste sábado o técnico Geninho não poderá contar com os laterais Alysson e Chiquinho, que seguem entregues ao departamento médico. O atacante Rodrigo Tiuí e o lateral esquerdo Thiago Feltri foram poupados do treinamento da última sexta-feira, mas não preocupam

Geninho não quer que a equipe se preocupe com a vantagem do empate e alertou o elenco para que se dedique ao máximo, para que todo o esforço feito durante os turnos não seja em vão. “Chamei a atenção deles dizendo que se houve empenho, sacrifício, dedicação até agora, tudo isso tem que ser maior ainda. Agora você vai decidir e é a hora de se focar. Do contrário todo o esforço desde o começo do ano não vai valer nada.”

O GOIÁS NO TWITTER

Já o Goiás teve muitos problemas para conquistar uma vaga na semifinal do Campeonato Goiano. A equipe chegou a ocupar a lanterna, demitiu o técnico Hélio dos Anjos, só conseguiu a primeira vitória na quinta rodada, já com Jorginho no comando e só foi garantir a quarta colocação na última rodada do segundo turno, ao bater o CRAC-GO.

Para o clássico contra o Atlético, Jorginho não poderá contar com o meia Deyvid Sacconi, expulso na última partida contra o CRAC-GO. Para seu lugar, o treinador vai recuar o atacante Fernandão para fazer a função na armação da equipe, promover a entrada de Rafael Moura no ataque, deslocar Wendel Santos para o meio, e colocar Wellington Saci na ala esquerda e Douglas na direita.

O volante Túlio disse que a vantagem do adversário é muito boa e pediu para que a equipe não se afobe para tentar revertê-la. “É claro que é uma boa vantagem, gostaria que ela estivesse do nosso lado, mas não significa que já são favas contadas para o Atlético-GO. Uma vantagem dessa pode ser revertida na primeira partida, não precisa de afobação, nem querer partir para o desespero. Temos que entrar com cautela para também não deixar o Atlético-GO aumentar a vantagem.”

Neste ano de 2010 as equipes se enfrentaram por duas vezes. A primeira, no dia 24 de janeiro, o Atlético-GO venceu por 2 a 1, no estádio Antonio Accioly e causou a demissão do técnico Hélio dos Anjos. Já no dia 28 de fevereiro, o Goiás devolveu o placar de 2 x 1, jogando em casa, no estádio Hailé Pinheiro, a Serrinha.

GOIÁS X ATLÉTICO-GO

Data: 10/04/2010
Horário: 16h (de Brasília)
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia
Árbitro: Olivaldo Pereira
Auxiliares: Fabrício Vilarinho e Márcio Soares

Goiás
Harlei; Douglas, Ernando, Rafael Tolói e Wellington Saci; Amaral, Túlio, Wendel Santos e Fernandão; Rafael Moura e Felipe
Técnico: Jorginho

Atlético-GO
Márcio; Marcio Gabriel, Gilson, Jairo e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Robston e Elias; Juninho e Rodrigo Tiuí
Técnico: Geninho

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host