UOL Esporte Campeonato Goiano
 
18/04/2010 - 17h55

Ataque funciona no 2º tempo, Atlético-GO vence Goiás e decide o Goiano

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Recém-promovido à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO mostrou sua força, eliminou o Goiás, e carimbou vaga na final do Campeonato Goiano, quebrando uma série de cinco decisões seguidas da equipe esmeraldina. A vitória por 4 a 2 neste domingo veio de virada, graças à boa atuação de Rodrigo Tiuí, que marcou o primeiro gol, fez o lance que gerou o segundo e sofreu o pênalti do terceiro. Márcio Gabriel contou com duas falhas de Harlei para marcar duas vezes.

Na final, o Atlético-GO vai enfrentar o Santa Helena, que chegou pela primeira vez à decisão do Campeonato Goiano ao eliminar o Vila Nova com duas vitórias. No Serra Dourada, venceu por 3 a 1 e, no sábado, em casa, fez 4 a 2 e selou a classificação.

Com a melhor campanha na somatória da fase de classificação e das semifinais, o Santa Helena jogará a final por dois resultados iguais, além de ter a vantagem de fazer o segundo jogo em casa. Com isso, a primeira partida das finais deve ser no próximo domingo, no Serra Dourada.

Durante a semana, a CBF alterou a data do jogo de volta entre Goiás e Vitória pela Copa do Brasil da quinta-feira, 22, para a quarta, 21. A mudança foi feito a pedido do Goiás, que já planejava jogar a final do estadual e queria mais tempo para descansar. Assim, quem joga na quinta-feira no Serra Dourada é exatamente o Atlético-GO, que pega o Santa Cruz provavelmente menos de 72h antes de decidir o estadual.

No Serra Dourada, nem parecia que o Goiás jogava por uma vitória. Logo com 1min, Juninho teve a primeira chance de abrir o placar para o Atlético-GO. Muitas outras viriam durante todo o primeiro tempo, principalmente com o camisa 11 atleticano. Na equipe esmeraldina, nem a volta da dupla de ataque Fernandão e Felipe, além de Deyvid Sacconi, Douglas e Wendel Santos, que ficaram de fora da goleada sofrida frente ao Vitória pela Copa do Brasil no meio de semana, melhorou a situação do time.

O Goiás era completamente dominado pelo Atlético-GO, a ponto de, logo aos 17min, Jorginho sacar Wellington Saci para colocar Romerito em campo. Com isso, Douglas foi para a lateral esquerda e Wendel Santos para a direita. Não adiantou muito e o Atlético só não abria o placar porque Tiuí e principalmente Juninho, assim como no jogo de ida, pareciam brincar de perder gols.

Enquanto isso, a primeira tentativa de chutar a gol do Goiás, foi apenas aos 25min, quando Rithelly isolou o primeiro ataque efetivo da equipe. O chute esmeraldino que ficou mais perto de entrar no gol foi um lance em que Douglas tentou dar um chutão, acertou as costas de Robston, a bola encobriu Harlei e passou rente à trave.

De tanto perder gols, o Atlético-GO foi punido aos 42min, quando brilhou a estrela de Jorginho. Douglas cruzou mal, Sacconi impediu que a bola saísse na lateral do outro lado e colocou na cabeça de Romerito, que, no segundo pau, mandou para o gol.

Não deu tempo nem de o Goiás comemorar. Aos 44min, Robston bateu falta na trave e, aos 45min Tiuí empatou, em lance que o técnico Geninho, na saída do intervalo, disse ter sido a chance menos clara que a equipe criou no primeiro tempo. Segundo ele a equipe estava “perdendo gol que não se perde”.

Toda a tranquilidade que o Atlético-GO não teve no primeiro tempo, sobrou no segundo. Esperando o Goiás na defesa para subir no contra-ataque, o rubro-negro ampliou aos 10min. Agenor roubou bola de Felipe, armou o contragolpe e a bola chegou ate Rodrigo Tiuí, que cruzou. Harlei cortou mal e deu o rebote no pé de Márcio Gabriel, que marcou. Logo em seguida, Romerito fez falta dura no meio campo, levou o segundo amarelo e foi expulso.

Jorginho ainda tentou corrigir a equipe, colocando Willian na equipe. A alteração não deu certo e, aos 18min, o ex-palmeirense calçou Tiuí na área. Pênalti que Elias bateu e fez. O quarto foi mais uma vez de Márcio Gabriel, que aproveitou nova falha de Harlei para fazer o segundo dele no jogo. Aos 37min, o zagueiro Rafael Tolói mostrou categoria, fez fila, encobriu Márcio e marcou um golaço, descontando para o Goiás. Quase no final do jogo, Fernandão ainda botou uma bola na trave. Juninho também teve duas chances claras, mas, para manter o aproveitamento dos últimos jogos, perdeu ambas.

 

 

 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host