UOL Esporte Campeonato Inglês
 
12/09/2009 - 15h25

Anderson marca, Manchester United vence o Tottenham e vira vice-líder

Numa partida marcada por gol de bicicleta com menos de 1min de jogo, o Manchester United ignorou o fato de atuar com um a menos durante boa parte do segundo tempo, derrotou de virada o Tottenham por 3 a 1, neste sábado, virou vice-líder do Campeonato Inglês e se aproximou do primeiro colocado Chelsea. De quebra, colocou ponto final na invencibilidade do rival londrino.

O segundo gol da vitória dos Red Devils foi anotado pelo brasileiro Anderson, que marcou seu primeiro tento com a bola rolando em partidas oficiais com a camisa da equipe inglesa --antes, já havia balançado as redes em disputas de pênaltis. Com isso, o Manchester United sobe para 12 pontos, mesma pontuação do próprio Tottenham e do Manchester City. Aliás, o clássico de Manchester será disputado na próxima rodada.

Com aproveitamento de 100%, o Chelsea ocupa a ponta, com 15 pontos. A ideia do Tottenham era permanecer junto ao time treinado pelo italiano Carlo Ancelotti, que, horas antes, derrotou o Stoke City. Sonhava com seu quinto triunfo seguido. Até deu sinais de que poderia alcançar. Com menos de 1min, abriu o placar num golaço de bicicleta anotado por Defoe. No começo, o time de Alex Ferguson sentiu o golpe.

Mas a melhor qualidade do atual campeão nacional começou a aparecer. De acordo com o site oficial da Premier League, o Manchester United teve oito finalizações certas, sendo dois gols. A reação teve início aos 24min, com Giggs, que cobrou falta com perfeição e deixou tudo igual. Após isso, o Tottenham se desestabilizou e passou a errar muitos passes. Não bastasse, ainda viu o rival virar o marcador. Aos 40min, o brasileiro Anderson aproveitou e bateu forte. 2 a 1.

Os donos da casa foram para cima e quase chegaram ao empate. Aos 10min, por exemplo, Peter Crouch acertou o travessão do goleiro Foster, que, pouco tempo antes, havia feito uma complicada defesa em chute de Jermaine Jenas. A situação do Manchester ficou ainda mais complicada aos 13min, com a expulsão de Scholes. Tudo levava a crer que o Tottenham iniciaria uma intensa pressão.

Mas não soube aproveitar a vantagem numérica. Pelo contrário. Deu muitos espaços para o contra-ataque. Aos 33min, Rooney, com categoria, selou a vitória dos visitantes, que "dão um tempo" na Premier League e direcionam suas atenções para a estreia da equipe na fase de grupos da Liga dos Campeões. Na terça-feira, pegam os turcos do Besiktas.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host