UOL Esporte Campeonato Inglês
 
25/10/2009 - 14h00

'Desacreditado' Liverpool vence clássico contra Manchester, que deixa liderança

O Liverpool vivia um de seus piores momentos das últimas décadas e sofreu com os protestos da torcida nos últimos dias. Mas nada como uma vitória em um clássico para espantar a má fase. Neste domingo, a equipe bateu o Manchester United por 2 a 0, em Anfield, encerrou uma seqüência de quatro derrotas seguidas e deu sobrevida ao técnico Rafa Benítez, ameaçado no cargo. Já os Red Devils perderam a liderança, assumida pelo Chelsea.

A vitória em um dos principais clássicos do futebol mundial pode dar nova motivação à equipe que não faz boa temporada e está em penúltimo no grupo E da Liga dos Campeões. Mas, com a vitória, foi a 18 pontos, assumiu a quinta colocação no Campeonato Inglês e ainda pode brigar pelo título.

Já o Manchester permaneceu com 22 pontos na segunda colocação e viu o Chelsea assumir a ponta da tabela com 24, depois de golear o Blackburn por 5 a 0 no sábado. Apesar disso, a equipe vive grande fase e é líder do grupo B da Liga dos Campeões com três vitórias em três jogos.

A partida teve todos os ingredientes de um grande clássico: emoção, jogadores expulsos dos dois lados e gol nos acréscimos. Mesmo vivendo um pior momento, o Liverpool teve o domínio e soube suportar a pressão quando preciso.

No início, com a posse de bola, a equipe só não chegou ao gol graças à boa atuação do goleiro Van der Sar, destaque do primeiro tempo. Aos 15min, Fábio Aurélio cobrou falta no ângulo esquerdo, o goleiro holandês espalmou e, no rebote, Kuyt chutou rasteiro. Mesmo no chão, Van der Sar salvou novamente.

O time visitante vacilava na marcação, errava passes e dava mais chances ao rival. Aos 17min, Lucas recuperou a bola no meio de campo, avançou até a entrada da área e rolou para Kuyt que chutou cruzado. A bola passou perto da trave direita do gol.

Mas aos poucos o Manchester se encontrou, passou a errar menos e a desarmar mais, mesmo com uma postura de esperar pelo ataque adversário. Os diabos vermelhos tiveram suas principais chances com o meia Valencia que encontrava facilidade pelo lado direito e levou perigo em cruzamentos na grande área.

Na etapa final, o visitante tentava chegar mais, mas sofreu o gol aos 19min. Fernando Torres foi lançado por Benayoun, disputou com Ferdinand e chutou no ângulo esquerdo de Van der Sar, que não conseguiu defender.

A partir daí, o Manchester se lançou ao ataque e ainda chutou uma bola no travessão, com Valencia. No fim, Vidic e Mascherano foram expulsos, mas o Liverpool ainda ampliou. Aos 50min, Lucas lançou para Ngog, livre, selar o triunfo no clássico.

No primeiro jogo do dia, o Bolton venceu o Everton por 3 a 2, em casa, em uma partida movimentada. A equipe começou vencendo por 2 a 0, cedeu o empate e só aos 41 minutos da etapa final conseguiu a vitória com o tento de Klasnic. O Bolton ganhou tranqüilidade e subiu cinco posições, chegando à 12ª colocação com 11 pontos, mesma pontuação do adversário.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host