UOL Esporte Campeonato Inglês
 
04/03/2010 - 09h14

Tevez afirma: "Na Argentina, Terry estaria morto"

Das agências internacionais
Em Londres (Inglaterra)
  • Segundo Tevez, Terry sofreria muito se estivesse na Argentina

    Segundo Tevez, Terry sofreria muito se estivesse na Argentina

Carlos Tevez, atacante do Manchester City, assegurou que o defensor do Chelsea e da seleção inglesa, John Terry, estaria morto se o escândalo sexual no qual se envolveu tivesse acontecido na Argentina.

O jogador disse que desaprovou o caso que Terry, casado e com dois filhos, teve com a modelo Vanessa Perroncel, na época ainda namorada de seu então companheiro de equipe, Wayne Bridge, que hoje joga no Manchester City.

“Não acredito que se possa fazer isso com a mulher de outro jogador, não é certo. Na minha opinião, Terry não tem conduta moral pelo que fez com Bridge. Se fizesse isso no meu bairro, perderia as pernas ou pior, não sobreviveria”, afirmou o jogador, que nasceu e cresceu no conhecido bairro de Forte Apache, em Buenos Aires.

O atacante também confirmou seu desagrado com o alemão Michael Ballack, com o que teve desentendimentos durante o jogo do último final de semana, no qual o City venceu o Chelsea por 4 a 2.

“Sempre tenho problemas com Ballack, mas é só futebol, nada pessoal. Não sei, acho que ele não vai com a minha cara. No campo nunca entendo o que ele me diz, mas estou certo de que ele não me entende também”, completou.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host