UOL Esporte Campeonato Inglês
 
27/03/2010 - 13h55

Com quatro de Lampard, Chelsea faz sete e lidera; Arsenal empata

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O Chelsea jogou pressão em cima do Manchester United ao golear o Aston Villa por 7 a 1 neste sábado na abertura da 32ª rodada do Campeonato Inglês. Com quatro gols de Lampard, a equipe de Carlo Ancelotti chegou aos 71 pontos, assumindo provisoriamente a liderança da competição. Já o Arsenal, que tem feito gols decisivos nos últimos minutos das partidas, sofreu do seu próprio veneno, levou gol do Birmigham nos acréscimos e apenas empatou fora de casa em 1 a 1. Com o resultado, vai a 68 pontos e segue em terceiro.

O Chelsea agora seca o Manchester United, que joga ainda neste sábado contra o Bolton, fora de casa, e precisa vencer para voltar à liderança. No próximo sábado, os Diabos Vermelhos recebem os Blues, em jogo decisivo a cinco rodadas do final do Inglês. Já o Arsenal, no mesmo dia, pega o Wolves em casa.

Antes, Manchester United e Arsenal têm jogos importantes pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Na terça, a equipe de Alex Fergusson visita o Bayern na Alemanha. No dia seguinte, o Arsenal recebe Barcelona no Emirates Stadium.

A uma rodada de fazer o jogo que pode ser crucial para a definição do campeão inglês da temporada, o Chelsea tinha a obrigação de vencer em casa o Aston Villa para não deixar o Manchester United disparar na liderança. Assim, a equipe do brasileiro Alex, que mais uma vez atuava como titular, começou o jogo pressionando os visitantes, que, bem fechados, não deixavam os donos da casa impor seu ritmo de jogo.

Chegando com mais perigo em suas investidas, o Chelsea abriu o placar aos 15min. Malouda recebeu passe de Anelka, entrou na área pela esquerda, bateu cruzado e Lampard, de carrinho, apareceu no segundo pau para empurrar para o gol vazio. O gol mexeu com o Aston Villa, que não conseguia reagir. Preso atrás, os visitantes subiam pouco ao ataque e, em uma dessas tentativas, achou o empate em lance muito parecido com o gol marcado pelo Chelsea. Ashley Young chutou da entra da área, a bola ia para fora, mas Carrew foi oportunista e apareceu no segundo pau para mandar para o gol.

Apesar do empate, o Chelsea seguia melhor, mas Lampard desperdiçou duas boas chances de marcar. Na primeira, tentou fazer de letra, mas não pegou em cheio na bola. Depois, recebeu livre na área, mas preferiu tocar para quem vinha de trás e matou o ataque. No último minuto do primeiro tempo, porém, ele marcou seu segundo gol no jogo. Yuri Zhirkov tocou de calcanhar para Zhirkov, que entrou na área e, na hora de dividir com Collins, deixou o corpo para sofrer o pênalti que o camisa 8 bateu forte, no ângulo direito, sem chances para Friedel.

Se no primeiro tempo o Aston Villa ainda conseguiu, bem fechado, equilibrar um pouco o jogo, na segunda etapa só deu Blues, que pôs os visitantes na roda. Os gols foram surgindo quase que naturalmente. Tocando bem a bola, o Chelsea fez o terceiro. Zhirkov recebeu ótimo passe de Deco na esquerda, cruzou na área, e Malouda chutou de primeira para marcar, aos 12min. Na comemoração, o francês correu abraçar Drogba, que ficou no banco, poupado. Pouco depois, Zhirkov entrou na área e foi derrubado por Dunne. Lampard mais uma vez bateu muito bem, forte, no canto direito baixo.

O quinto saiu após mais uma bela sequência de passes, que acabou com Lampard deixando a bola para Malouda bater colocado, com força, tirando do goleiro.  O sexto foi de Kalou, em passe preciso de Anelka. Quem fechou o placar foi mais uma vez Lampard, que fez o seu quarto no jogo. Esta foi a segunda vez na competição que o Chelsea marca sete gols num jogo. Em janeiro, havia feito 7 a 2 no Sunderland.

Birmigham x Arsenal

Vindo de seis vitórias seguidas na competição, o Arsenal não fez um bom primeiro tempo contra o Birmingham, fora de casa. Mesmo precisando vencer para torcer por um empate entre Chelsea e Manchester United na próxima rodada para chegar de vez na briga pelo título, a equipe de Londres teve poucas chances de abrir o placar. A primeira, com Fabregas aos 21min. Depois, com Walcott, que se antecipou ao corte do zagueiro, saiu na cara do gol, mas se atrapalhou com a bola e chutou em cima do goleiro.

Na segunda etapa, a equipe do brasileiro Denílson não foi melhor. Parecia confiar que, por estar em melhor posição na tabela, não tardaria para abrir o placar e vencer o jogo. E foi o que aconteceu. Nasri saiu do banco de reservas, substituindo o sumido Walcott aos 23min para, doze minutos depois, receber a bola na intermediária, chutar de longe, rasteiro, no canto direito do gol de Hart.

O Arsenal, porém, achou que o jogo estava ganho, deixou os donos da casa crescerem e conseguirem o emapte no final do jogo. Já nos acréscimos, Kevin Phillips arriscou o chute para o gol, Almunia ainda espalmou a bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Outros jogos

Ainda pela abertura da 32ª rodada do Inglês, o Totthenham fez 2 a 0 no Portsmouth e abriu distância do Manchester City na briga pela quarta vaga inglesa na Liga dos Campeões da próxima temporada. A derrota praticamente decreta o rebaixamento do Porthsmouth.

O West Ham perdeu em casa para o Skote, por 1 a 0, e viu o fantasma do rebaixamento se aproximar. A ex-equipe de Tevez tem os mesmos 27 pontos do Hull, antepenúltimo, que venceu o Fulham por 2 a 0. Wolves e Everton ficaram no 0 a 0.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host