UOL Esporte Campeonato Inglês
 
Toby Melville/Reuters

Manchester United sagrou-se campeão da Supercopa da Inglaterra pela 18ª vez

08/08/2010 - 12h50

Manchester United se vinga do Chelsea e conquista Supercopa da Inglaterra

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Nada como começar a temporada com um título. A torcida do Manchester United sentiu este gostinho neste domingo. Os Red Devils derrotaram o Chelsea por 3 a 1 no estádio de Wembley e conquistaram a Supercopa da Inglaterra (Community Shield). A equipe se vingou da disputa do ano passado, quando foi superado pelos Blues nos pênaltis.

VAIAS EM WEMBLEY

O fiasco da Inglaterra na Copa do Mundo continua bem vivo na memória da torcida. Durante o jogo entre Chelsea e Manchester United, os torcedores vaiavam todas as vezes nas quais um jogador que esteve na África do Sul tocava na bola. O técnico Fabio Capello, que acompanhou a partida na tribuna de honra, também foi “homenageado”.

O torneio reúne os campeões do Campeonato Inglês e da Copa da Inglaterra. Na última temporada, o Chelsea conquistou os títulos das duas competições. Por isso, seu adversário foi o Manchester United, vice da Premier League. Maior campeão do torneio, o time comandado por Alex Ferguson levou a taça pela 18ª vez.

"Fico feliz por ter jogado e ajudado o Manchester United a vencer o Chelsea. Alex Ferguson vem me passando muita confiança e isso me deixa bastante motivado para fazer uma grande temporada. Tive muito trabalho para conter as investidas de Kalou pelo meu setor, mas felizmente tudo correu bem e nossos atacantes conseguiram definir o jogo na hora certa", afirmou o brasileiro Fabio, titular dos <i>Red Devils</i>.

A primeira chance da partida foi do Manchester United. Aos 4min, Valencia tentou encobrir Hilario, mas o goleiro estava bem colocado e defendeu sem dificuldades. A resposta do time londrino veio aos 9min. Van der Sar não segurou o chute de longe de Anelka, mas Kalou desperdiçou o rebote.

O Chelsea levava perigo em lances de bola parada. Após uma cobrança de falta, aos 17min, Ivanovic desviou de cabeça; Van der Sar fez uma bela defesa. No minuto seguinte, Rooney finalizou, mas a bola passou na frente da meta de Hilario sem alguém para tocá-la para as redes.

A partida continuou equilibrada até os 40min, quando o Manchester United abriu o placar Após receber belo lançamento longo de Scholes, Rooney dominou pela direita e cruzou rasteiro; Valencia, no meio da área, só teve o trabalho de tirar a bola do alcance de Hilario.

Na segunda etapa, o Chelsea melhorou seu toque de bola. Aos 6min, Malouda chutou rasteiro de fora da área e mandou para fora. Para aumentar o poder ofensivo da equipe londrina, o treinador Carlo Ancelotti tirou Obi Mikel e colocou o atacante marfinense Drogba em campo.

Aos 22min, Essien bateu colocado e mandou à esquerda de Van der Sar. A pressão do Chelsea continuou; no minuto seguinte, Drogba tocou para Malouda, mas Van der Sar saiu nos pés do francês. O Manchester United esperava a melhor oportunidade para encaixar um contra-ataque – e conseguiu aos 30min.

Valencia recebeu bom passe na direita e cruzou; Javier Hernández, que entrou no segundo tempo, atrapalhou-se na hora de chutar, mas levou sorte: a bola bateu em seu rosto e foi para as redes. O Chelsea teve a chance de diminuir aos 36: Essien achou Sturridge livre dentro da área, mas Van der Sar fez excelente defesa.

Os Blues colocaram fogo no jogo no minuto seguinte. Após um erro do Manchester United na saída de bola, Sturridge bateu, Van der Sar espalmou e Kalou marcou. O time londrino pressionou em busca do empate; sem sucesso, viu o rival fazer o terceiro. Nos acréscimos, Nani tocou para Berbatov que, com um toque por cobertura, fez um golaço para selar a conquista do título em grande estilo.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host