Leicester só empata com United e pode ser campeão vendo jogo pela TV

Do UOL, em São Paulo

Depois de uma temporada de sonho, o Leicester teve neste domingo sua primeira chance de garantir o título inglês. Só que o rival era o Manchester United, que apesar da temporada decepcionante conseguiu ao menos empatar com os líderes por 1 a 1 diante de sua própria torcida. Agora, o Leicester pode se sagrar campeão vendo o Tottenham pela TV.

A matemática é relativamente simples. O Leicester agora tem 77 pontos, oito a mais que o Tottenham. O vice-líder joga nesta segunda em casa, contra o Chelsea, e precisa vencer para permanecer na briga pelo título. Se perder ou empatar o clássico, a diferença seguirá acima dos seis pontos a duas rodadas do fim, o que deixará a taça nas mãos do surpreendente time de Claudio Ranieri.

Que a conquista possa acontecer sem o Leicester em campo é só um percalço em uma temporada que foi brilhante de novo neste domingo. Diante de um time mais rico, recheado de jogadores de talento e apoiado por um estádio lotado, o líder do Inglês não se intimidou.

O United abriu o placar logo aos 7 minutos, com Martial completando um lindo cruzamento da direita. Ciente de que precisava vencer, o Leicester foi ao ataque ao seu estilo. Com volume de jogo e paciência, empatou aos 16 minutos em uma cabeçada de Wes Morgan.

Daí em diante, o jogo se tornou uma disputa constante em que nenhum dos lados conseguiu ser eficiente de fato. O Leicester, no entanto, não ficou encolhido e chegou a exigir trabalho de De Gea.

Do outro lado do campo levou seus sustos, é verdade. Aos 40 minutos do segundo tempo, por exemplo, Drinkwater fez uma falta muito próxima à linha da grande área em um ataque do United. Além do susto pelo quase pênalti, o jogador ainda foi expulso, atormentando a torcida do Leicester nos minutos finais.

Só que a pressão não funcionou. Mesmo com um a menos, o Leicester foi capaz de sustentar o empate. Após o apito final, a torcida do United homenageou os rivais e aplaudiu o virtual campeão inglês. Para que ele se torne real, falta só um tropeço do Tottenham nesta segunda. 
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos