Estilo Guardiola: só dois do United deram mais passes que goleiro do City

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Manchester City

    Claudio Bravo conta que Guardiola pesou na escolha pelo Manchester City

    Claudio Bravo conta que Guardiola pesou na escolha pelo Manchester City

O técnico espanhol Pep Guardiola chegou nesta temporada ao Manchester City, mas já há demonstrações claras da influência que ele tem exercido no modelo de jogo do time inglês. Um exemplo disso é a participação do goleiro Claudio Bravo, 33, que debutou na equipe no último sábado (10), na vitória por 2 a 1 sobre o Manchester United. Apenas dois atletas rivais distribuíram mais passes no clássico do que o chileno.

Bravo tocou 44 vezes a bola para seus companheiros. Foi o oitavo jogador do Manchester City nesse quesito – o líder foi o espanhol David Silva, que deu 72 passes. O goleiro foi mais acionado, por exemplo, do que o lateral direito Sagna (43 toques).

No Manchester United, apenas os meio-campistas Fellaini (47) e Pogba (45) deram mais passes do que Bravo. O número ratifica o domínio do Manchester City sobre a bola – segundo o jornal "The Guardian", o time de Guardiola terminou o clássico com 60% da posse.

A contratação de um goleiro que pudesse participar desse controle era um dos principais pedidos de Guardiola para esta temporada. Para contar com Bravo, o treinador preteriu o inglês Joe Hart, um dos ídolos da torcida do City.

No último sábado, essa decisão do espanhol repercutiu entre os principais veículos de imprensa da Inglaterra. A despeito de ter sido muito usado com a bola nos pés, Bravo falhou no gol do Manchester United – soltou um cruzamento e ofereceu a bola para Ibrahimovic balançar as redes. Em entrevista coletiva, Guardiola respondeu e defendeu o goleiro chileno. "Foi uma das melhores atuações que já vi", disse o comandante.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos