Em reestreia de David Luiz, Chelsea joga mal e perde do Liverpool em casa

Do UOL, em São Paulo

David Luiz não teve um bom resultado em sua reestreia pelo Chelsea. Na primeira partida do brasileiro desde que ele foi recomprado do Paris Saint-Germain por 32 milhões de euros, o time inglês teve atuação fraca e perdeu em casa para o Liverpool por 2 a 1, nesta sexta-feira (16), pelo Campeonato Inglês.

O zagueiro não teve culpa direta em nenhum dos gols, ambos marcados no primeiro tempo. O primeiro, marcado por Lovren, contou com uma pane generalizada da defesa do Chelsea, que deixou três atletas do Liverpool completamente livres na área. Já o segundo foi um tiro indefensável de longa distância do capitão Henderson, no ângulo de Courtois.

Com dificuldades para manter a bola e ao mesmo tempo sem conseguir parar as rápidas trocas de passes do Liverpool, o Chelsea foi presa fácil na primeira etapa. O time da casa só melhorou um pouco no segundo tempo, até que, aos 16 minutos, Matic fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Diego Costa diminuir. A equipe azul tentou pressionar nos últimos minutos, mas a reação parou por aí.

O resultado fez o Liverpool de Jürgen Klopp subir para 10 pontos e empatar com o Chelsea na tabela de classificação. O jogo abriu a quinta rodada do Campeonato Inglês, que tem como líder o Manchester City, com 12 pontos em quatro jogos.

David Luiz: nariz sangrando e presença no ataque

John Sibley/Reuters

Às vezes amado, às vezes criticado pela torcida do Chelsea, o brasileiro teve apoio maciço de Stamford Bridge em sua reestreia. Os torcedores cantaram seu nome antes do jogo, e o brasileiro respondeu com uma partida regular.

David deu um susto no primeiro tempo após um choque de cabeças com o atacante Mané. Com o nariz sangrando, ele foi atendido e voltou ao gramado sob aplausos.

O zagueiro também voltou a mostrar sua famosa propensão em se juntar ao ataque: acertou ótimos lançamentos, levou perigo em lances aéreos na bola parada e se mandou para frente em alguns momentos, entrando na área do Liverpool e pedindo o cruzamento. Ameaçou até bater uma falta nos últimos minutos, mas foi Fàbregas quem cobrou - e mandou na barreira. Não foi suficiente para levar o Chelsea à vitória.

UOL Cursos Online

Todos os cursos