Pogba desencanta, e Manchester United goleia Leicester no Old Trafford

Do UOL, em São Paulo

O Manchester United retomou o caminho das vitórias no Campeonato Inglês neste sábado (24) - e com estilo. No Old Trafford, os comandados de José Mourinho golearam o Leicester por 4 a 1 em duelo válido pela sexta rodada da competição e tiveram um bom desempenho coletivo, com atuações destacadas de Pogba, Mata e Blind.

O resultado encerrou a sequência de duas derrotas consecutivas do United na competição - havia perdido para Manchester City e Watford - e levou o clube aos doze pontos, que o fazem superar Liverpool, Chelsea, Arsenal e Tottenham na tabela (todos ainda jogam na rodada) e assumir provisoriamente a terceira posição. O atual campeão Leicester fica com sete pontos e deve perder 11ª até o final do fim de semana.

Laurence Griffiths/Getty Images

Pogba desencanta e mostra a que veio

Sob pressão, criticado por falta de disciplina tática e comprometimento dentro de campo, Pogba finalmente desencantou - e não só isso, jogou bem. O meia francês, que custou 105 milhões de euros (R$ 368 mi) aos cofres do United, se mostrou participativo durante todo jogo e se destacou depois do primeiro gol dos anfitriões, distribuindo o jogo, sendo combativo na defesa e marcando pela primeira vez pelo clube. Pogba esteve em sintonia com Ibrahimovic, encaixando bons passes para o centroavante, que desperdiçou a chance de um golaço na etapa inicial após uma boa enfiada de bola do francês.

Quem brilhou: Blind é letal na bola parada

Escalado na lateral esquerda, o versátil Daley Blind foi peça-chave para a goleada, principalmente por sua precisão em lances de bola parada. Foi dos seus pés que saíram as assistências do primeiro e quarto gols do United, além de iniciar a jogada ensaiada que resultou no terceiro. Todos os lances tiveram origem em escanteios pelo canto esquerdo do campo, cobrados com maestria pelo defensor holandês, que também foi sólido na defesa e uma boa válvula de escape pelo setor.

Quem decepcionou: defesa do Leicester é desestruturada

Grande força do Leicester na campanha do título da temporada passada, a defesa do Leicester se desestruturou após o primeiro gol do Manchester United. Dali até o apito final do primeiro tempo, Simpson, Morgan, Huth e Fuchs mostraram-se perdidos, sem proteção do meio-campo e sendo batidos repetidas vezes pelo time da casa, que podia até ter feito mais do que três gols até o intervalo. Tudo isso após um início promissor, com boas oportunidades criadas a partir de roubadas de bola e contra-ataques.

Anthony Devlin/AFP

O jogo do Manchester United: rolo compressor após 1º gol

Contra a defesa bem fechada e arisca do Leicester, o United encontrou dificuldades para chegar com a bola no chão. Foram mais de 20 minutos de uma pobreza de ideias, mas na bola parada os comandados de Mourinho saíram na frente aos 22min, quando Blind bateu escanteio e Smalling concluiu livre no meio da área para as redes. O que se viu na sequência foi uma blitz dos anfitriões, que tiveram três boas chances de ampliar, todas com participação importante ou de Pogba ou de Ibrahimovic. O francês, inclusive, acordou e passou a ser efetivo, contribuindo na triangulação do segundo gol, que teve como protagonista Mata, que começou o lance e o finalizou. O espanhol também participou do terceiro gol, jogada ensaiada de escanteio concluída por Rashford. Pogba fez o quarto de cabeça, testando para o gol após outro tiro de canto.

A atuação do Leicester: campeão frágil

O desempenho do Leicester no Old Trafford não foi digno de um campeão, em especial no primeiro tempo. Os comandados de Claudio Ranieri até foram bem antes do United abrir o placar, mas mostraram instabilidade emocional depois, deixando os anfitriões crescerem sem reação. Na etapa complementar, com o relaxamento natural que o placar propiciava, o time visitante cresceu em campo e descontou com Gray, que entrou bem no intervalo e marcou um golaço.

Carl Recine/Reuters

Mourinho acerta ao deixar Rooney no banco e usar jovens

O técnico José Mourinho se viu sob pressão após três derrotas consecutivas no Campeonato Inglês e Liga Europa e foi criticado por apostar em Rooney na equipe titular. O português deu ouvido aos críticos contra o Leicester, tirou o camisa 10 e apostou em Lingard e Rashford entre os titulares, dando mais dinâmica ao time, que mostrou ótimo futebol contra o atual campeão inglês. O terceiro meia da linha de frente do United foi Mata, autor de gol e assistência.

Ficha técnica

Manchester United 4 x 1 Leicester
Data:
24/09/2016
Local: Old Trafford, em Manchester (Inglaterra)
Hora: 8h30 (de Brasília)
Gols: Smalling, 22', Mata, 37', Rashford, 40', Pogba, 42' do primeiro tempo (Manchester United); Gray, 14' do segundo tempo (Leicester)

Manchester United: De Gea, Valencia, Bailly, Smalling e Blind; Herrera, Pogba, Lingard (Carrick), Mata (Young) e Rashford (Rooney); Zlatan Ibrahimovic. Técnico: José Mourinho

Leicester: Zieler; Simpson, Morgan, Huth e Fuchs; Mahrez (Gray), Amartey, Drinkwater e Albrighton (Schlupp); Vardy (King) e Slimani. Técnico: Claudio Ranieri

UOL Cursos Online

Todos os cursos