Willian dá vitória para Chelsea contra City e homenageia Chapecoense

Do UOL, em São Paulo

  • Jason Cairnduff/Reuters

No dia do velório dos jogadores da Chapecoense, uma grande homenagem aconteceu na Inglaterra, na partida entre Manchester City e Chelsea: o meia brasileiro Willian fez o gol decisivo da partida, decretou a vitória do time londrino por 3 a 1 fora de casa e comemorou levantando a faixa de luto que todos jogadores carregaram no braço. A partida era fundamental no Campeonato Inglês, pois os dois times brigam pelo título. Agora o Chelsea disparou na ponta, com 34 pontos, e deixou o City para trás, com 30.

Pep Guardiola resolveu copiar o sistema tático do Chelsea e também escalou o City no 3-4-3, mas isso não fez o jogo ficar travado. Pelo contrário: a partida foi dinâmica desde o começo e os dois times criaram diversas chances de gol. Porém, a bola só entrou em um lance inusitado: aos 44min do 1º tempo, após cruzamento de Navas, Cahill tentou afastar a bola, mas desviou com a canela e fez gol contra.

O 2º tempo foi a demonstração perfeita de um velho clichê do futebol: "quem não faz gol, toma". O Manchester City teve três grandes chances de marcar em apenas 11min, mas Agüero e De Bruyne desperdiçaram todas. O Chelsea então partiu para a virada: primeiro Diego Costa dominou a bola no peito após um longo lançamento, driblou Otamendi com um corte e empatou o jogo. A virada saiu com Willian, aos 24min, que aproveitou um contra-ataque e, de frente para Bravo, finalizou para a rede. Hazard matou a partida aos 44min, após outro lançamento nas costas da zaga do City.

Homenagens

Jason Cairnduff/Reuters

As homenagens do Manchester City à Chapecoense, por causa do acidente aéreo que aconteceu na terça-feira (29), começaram no aquecimento. O time entrou em campo com uma camiseta preta com o escudo do time catarinense e a mensagem "Força, Chape". Depois, também houve um minuto de silêncio absoluto no Etihad Stadium.

Já o tributo dos brasileiros do Chelsea saíram com os gols. Diego Costa, sergipano naturalizado espanhol, apontou para a faixa de luto depois da comemoração do primeiro gol. E o gesto de Willian foi ainda mais chamativo, pois ele levantou a faixa para destacar a tragédia com o time catarinense.

Melhor em campo: Diego Costa

Primeiro ele fez gol e se isolou como artilheiro do Campeonato Inglês, com 11 gols. Depois deu assistência para o gol de Willian em rápido contra-ataque.

Polêmicas

O Manchester City reclamou de dois pênaltis não marcados no 1º tempo. Aos 7min, Cahill deu um carrinho na área, a bola bateu na mão dele, mas o juiz não interpretou como falta. Aos 43min, Gundogan ia finalizar dentro da área, mas foi travado por Moses e também reclamou bastante, mas não foi atendido. Também houve um gol anulado de Fernandinho, mas o brasileiro realmente estava em posição ilegal.

Briga

O zagueiro David Luiz e o atacante Sergio Agüero se envolveram em disputas duras e polêmicas, que revelaram uma rivalidade entre os dois jogadores na partida. No final do jogo o argentino foi expulso por falta dura no brasileiro e ainda gerou um grande bate-boca, em que Fernandinho levou cartão vermelho por empurrar Fàbregas.

Glória, glória, aleluia...

O atacante Gabriel Jesus, que será reforço do City a partir de janeiro, está em Manchester e publicou uma foto no Twitter antes de partir para ver o jogo contra o Chelsea.

Próximos adversários

O Manchester City enfrentará o atual campeão inglês, Leicester City, na próxima rodada, e ainda enfrentará o Arsenal no dia 17 de dezembro. Já o Chelsea não pegará mais nenhum candidato ao título até o final do ano. O próximo jogo será contra o West Brom, em casa.

MANCHESTER CITY 1 x 3 CHELSEA

Local: Etihad Stadium, em Manchester (ING)
Data: 03/12/2016 (sábado)
Árbitro: Anthony Taylor
Cartões amarelos:  Otamendi (MCI), Navas (MCI), Kanté (CHE)
Cartões vermelhos: Sergio Agüero (MCI) e Fernandinho (MCI)
Gols: Cahill (contra), aos 44min do 1º tempo; Diego Costa, aos 14min do 2º tempo; Willian, aos 24min do 2º tempo; Hazard, aos 44min do 2º tempo

MANCHESTER CITY
Bravo; Stones (Iheanacho), Otamendi, Kolarov; Jesus Navas, Gundogan (Touré), Fernandinho, Sane (Clichy); Silva, De Bruyne e Agüero. 
Técnico: Pep Guardiola

CHELSEA
Courtois; Azpilicueta, Cahill, David Luiz; Moses, Fàbregas, Kante e Alonso; Pedro (Willian), Diego Costa (Chalobah) e Hazard (Batshuayi)
Técnico: Antonio Conte

Quer receber notícias de Manchester City e Chelsea de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos