Como os 13 minutos de Gabriel Jesus em campo empolgaram torcida do City

Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

Gabriel Jesus "teve apenas dez minutos em campo, mas parece que cada toque na bola foi significativo", escreveu o jornal "Manchester Evening News" após o primeiro jogo do atacante pelo time azul da cidade.

A partida contra o Tottenham estava empatada em 2 a 2 quando, aos 37min do segundo tempo, Pep Guardiola promoveu a estreia do ex-palmeirense. Em 13 minutos, contando com os acréscimos, Gabriel se movimentou, cabeceou com perigo e conseguiu até balançar as redes, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento.

Seus primeiros movimentos já foram suficientes para transformá-lo no novo queridinho da torcida do Manchester City. "Estamos muito empolgados de ter no nosso time o jogador jovem mais promissor da América do Sul", disse em contato com o UOL Esporte Kevin Parker, secretário-geral do Manchester City Supporters Club, uma organização fundada em 1949 que reúne mais de 20 mil torcedores ao redor do mundo. "Se Gabriel for metade do que o vimos jogar no Brasil ele vai ser um jogador absolutamente brilhante na Premier League."

Andrew Yates/Reuters

"Há a esperança real de que temos um futuro astro do futebol mundial no nosso clube", afirmou o desenvolvedor web Ric Turner, que faz parte de outra torcida, a Bluemoon.

"Quando ele entrou, foi empolgante desde o começo. Venceu um marcador e conseguiu um bom cruzamento. Infelizmente estava impedido no que seria um gol dos sonhos", disse o analista de risco Jonathan Homer, que também estava no estádio sábado. "Pareceu que ele queria muito mostrar serviço, o que é muito importante para a torcida do City."

Reprodução/Instagram
Gabriel postou fotos de suas camisas sendo vendidas em Manchester

A esperança da torcida é que Guardiola dê mais minutos em campo ao brasileiro no próximo sábado, quando o time enfrentará o Crystal Palace pela Copa da Liga Inglesa. "Vão ficar o tempo todo chutando-o e fazendo falta", disse Homer. "Será bom para ele ir se acostumando ao futebol inglês."

O UOL Esporte entrevistou alguns torcedores do City para saber como anda a expectativa na cidade sobre Gabriel Jesus. Veja abaixo o que eles têm a dizer:

Kevin Parker, secretário da maior torcida do City, 56 anos

Arquivo pessoal

Estava no estádio sábado assistindo ao jogo contra o Tottenham. Ficamos um pouco desapontados quando Gabriel não começou o jogo, mas quando ele entrou no final todo mundo ficou muito empolgado para ver o jogador que tínhamos contratado.

Mesmo jogando bem, o City não tem sido capaz de colocar as chances criadas no fundo das redes. Todo mundo viu a habilidade que Gabriel tem, nós o vimos na TV nas Olimpíadas e no Youtube. Estamos muito empolgados e achamos que ele vai ser o jogador a converter as chances que criamos. No pouco tempo que jogou contra o Tottenham, pareceu muito bom, muito comprometido, rápido, entusiasmado. Estamos ansiosos para vê-lo no próximo jogo.

Ele é tão jovem, tem apenas 19 anos e toda a carreira pela frente. Estamos empolgados de ter no nosso time o jogador jovem mais promissor da América do Sul. Meus amigos do Manchester United estão com muita inveja porque ele fechou com a gente e não com eles.

A maior parte da mídia inglesa está bastante empolgada. Normalmente, um jogador sul-americano da qualidade dele iria pra Espanha ou talvez Itália. É incomum um jovem da América do Sul vir direto para o City. Se Gabriel for metade do que vimos ele jogar no Brasil ele vai ser um jogador absolutamente brilhante na Premier League.

Ric Turner, desenvolvedor web, 29 anos

Arquivo pessoal

Sergio Aguero tem sido um jogador excepcional nos seus cinco anos e meio aqui, enquanto Kelechi Iheanacho é um jovem altamente promissor, mas o City tem poucas opções na frente. Um dos nossos grandes problemas tem sido fazer gols, então Gabriel Jesus pode nos ajudar nisso. Ele causou uma impressão incrível no curto tempo que ficou em campo sábado.

Tem muita empolgação na cidade com essa contratação. Ele está sendo muito bem visto aqui e há a esperança real de que temos um futuro astro do futebol mundial no nosso clube. Jesus tem conquistado a torcida também com seus vídeos e fotos no Instagram, ele parece ser um cara muito simpático. Mal podemos esperar para ver como ele vai se posicionar no time.

Jonathan Homer, analista de risco, 32 anos

Arquivo pessoal

Quando ele entrou, foi empolgante desde o começo. Venceu um marcador e conseguiu um bom cruzamento. Infelizmente estava impedido no que seria um gol dos sonhos. Pareceu que ele queria mostrar serviço, o que é muito importante para a torcida do City.

A Inglaterra é diferente da Espanha, onde um jogador é contratado e a torcida vai ao estádio só pra dizer 'Oi'. Aqui isso nunca acontece. Nós gostamos de nossos novos jogadores e estamos empolgados, mas para ser adorado e amado você precisa conquistar isso. Gabriel foi anunciado no verão, nós o vimos na Olimpíada e ficamos felizes. Agora queremos vê-lo em campo.

Um dos meus jogadores preferidos do City de todos os tempos é Elano. Ele era um mágico, mas esteve conosco em momento ruim e com um técnico ruim. Na mesma época do Robinho. Sábado eu achei que Gabriel tem os mesmos maneirismos e movimentos do Robinho.

Richard Booth, bancário, 26 anos

Arquivo pessoal

Gabriel parece ter um talento incrível, ainda cru, mas tomara que com Pep Guardiola consiga desenvolver isso e se tornar um dos melhores jogadores da Premier League.

Na parte azul de Manchester, as pessoas estão comentando muito, falando muito sobre ele, comprando camisas com o nome dele. Algumas pessoas acham estranho ele ter escolhido o número 33, mas eu acho que esse sempre foi o número dele no Brasil.

UOL Cursos Online

Todos os cursos