Ainda sem anunciar futuro no Arsenal, Wenger compara aposentadoria à morte

Do UOL, em São Paulo

  • Alex Livesey/Getty Images

    O técnico francês do Arsenal tem contrato com o clube até o fim da atual temporada

    O técnico francês do Arsenal tem contrato com o clube até o fim da atual temporada

O contrato de Arsene Wenger com o Arsenal tem validade até o meio de 2017. Embora ainda não tenha anunciado se permanece ou não no time que comanda há duas décadas, o francês deixou claro neste sábado que não tem a intenção de se aposentar.

"Eu não vou me aposentar. A ideia de se aposentar só existe para os jovens. Para os mais velhos, a aposentadoria é como a morte", disse o técnico. "Eu ainda assisto futebol o tempo todo", acrescentou.

O clube não vence a Premier League desde 2004. Para piorar, ainda restam 11 rodadas para o fim do Campeonato Inglês, mas o atual desempenho do Arsenal não credencia a equipe sequer a uma vaga na Liga Europa da próxima temporada.

"É claro que eu continuo com a mesma fome que tinha quando cheguei ao clube. Eu carrego ainda mais pressão sobre os meus ombros atualmente do que há 20 anos, mas a fome é exatamente a mesma", destacou o treinador.

Os Gunners enfrentarão o Manchester City neste domingo, às 12 horas (de Brasília). "Medo desse jogo? Não. O meu próximo jogo envolve esperança e desejo. Eu odeio a derrota. Entendo que os torcedores fiquem tristes a cada derrota, mas o único jeito de conseguir as vitórias é contar com o apoio deles e dar o nosso melhor até o fim da temporada. É tudo o que podemos fazer", pontuou Wenger.

UOL Cursos Online

Todos os cursos