Ele deveria ser o novo Giggs. Hoje é vaiado pela própria torcida

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Matthew Childs

    Adrian Januzaj (à dir.) no jogo contra o Watford, em que foi vaiado pela própria torcida

    Adrian Januzaj (à dir.) no jogo contra o Watford, em que foi vaiado pela própria torcida

Adrian Januzaj parecia pronto para explodir aos 18 anos de idade. Disputado por quatro seleções, ele foi eleito reserva do ano no Manchester United e ganhou a camisa 11 de Ryan Giggs quando o ídolo se aposentou. Hoje, aos 22, ele sofre para ter uma sequência no modesto Sunderland, último colocado do Campeonato Inglês, onde é vaiado pela própria torcida.

A história do jovem foi lembrada pelo jornal Daily Mail porque neste domingo o Sunderland enfrenta justamente o Manchester United. Emprestado pelo gigante inglês, Januzaj não poderá jogar por conta de uma cláusula no contrato entre as duas equipes. Nada indica, no entanto, que a torcida do Sunderland sentirá falta dele.

Januzaj entrou em campo 21 vezes nesta temporada. Não fez nenhum gol, deu só três assistências e ainda levou um cartão vermelho. Há duas rodadas, na derrota por 1 a 0 para o Watford, chegou a ser vaiado pela própria torcida. "Eu já falei com ele muitas vezes. A melhor maneira de reagir a isso é marcando gols. Aí tudo fica mais fácil", disse David Moyes, técnico do Sunderland.

Moyes faz parte da história do belga. Em 2013, ele era o técnico do Manchester United quando Januzaj começou a aparecer. A expectativa sobre o garoto era tanta que ele chegou a ser criticado ao deixa-lo fora da inscrição para a Liga dos Campeões daquele ano.

O United daquele ano foi um fracasso, assim como Januzaj. Em 2015, ele foi emprestado ao Borussia Dortmund e também falhou, atuando em apenas seis jogos em seis meses na Alemanha. "É uma pena que ele não tenha mostrado o desejo e a atitude que você precisa para evoluir na idade dele", disse Thomas Tuchel, técnico do Borussia, na épcoa.

Januzaj voltou ao United no começo do ano passado e passou seis meses sem jogar no fim da passagem de Louis van Gaal por Manchester. Mourinho, ao chegar ao clube, decidiu manda-lo ao Sunderland, o que se revelou um novo fracasso. O belga tem contrato até o meio de 2018, mas não há muita expectativa de que seja aproveitado no United.

Mourinho, questionado sobre o assunto antes do duelo contra o Sunderland, desconversou. "Eu já decidi, mas não vou contar para vocês", disse o português.

UOL Cursos Online

Todos os cursos