Pogba é expulso, mas Lingard brilha, De Gea ajuda e United vence Arsenal

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Premier League

    Lingard fez o segundo e o terceiro gols da vitória dos visitantes neste sábado

    Lingard fez o segundo e o terceiro gols da vitória dos visitantes neste sábado

Com dois gols marcados no intervalo de sete minutos durante o primeiro tempo e mais um para sacramentar a vitória na metade da etapa complementar, o Manchester United venceu o Arsenal por 3 a 1 neste sábado e se aproximou do Manchester City na liderança do Campeonato Inglês. Com dois gols de Lingard e mais um do equatoriano Valencia, que fez história no Arsenal Stadium, o time comandado por José Mourinho superou até mesmo a expulsão de Pogba e agora tem apenas cinco pontos a menos que o de Pep Guardiola, que entra em campo no domingo, contra o West Ham.

Mesmo sem Ibrahimovic, que não ficou nem sequer no banco de reservas, o United abriu o placar logo aos quatro minutos de jogo. Depois de uma virada de jogo errada de Koscielny no campo de defesa, o equatoriano Valencia recuperou a posse de bola, trocou passes com Pogba e bateu por baixo das pernas de Cech. O autor do gol se tornou neste sábado o sul-americano com mais partidas disputadas na história do Campeonato Inglês - 303 contra 302 do peruano Nolberto Solano, que defendeu seis clubes diferentes no país, com destaque para o Newcastle.

Aos 11 minutos, o United aumentou a vantagem no estádio do Arsenal. Em novo vacilo defensivo, Mustafi perdeu a posse de bola e Lukaku serviu Martial, que deu belo giro para cima da marcação e deixou Lingard em ótima condição para marcar na saída de Cech. Em desvantagem, o Arsenal partiu para cima: Lacazette, Ozil e Kolasinac tiveram chances, mas o gol de honra só saiu aos quatro da etapa complementar, depois de uma série de defesas importantes do goleiro De Gea - a melhor delas em uma sequência de chutes de Bellerin e Kolasinac no fim do primeiro tempo. No lance do gol, Sanchez passou a bola por cima da defesa, Ramsey tocou e Lacazette concluiu.

Sob pressão e com novas intervenções importantes de De Gea, o Manchester United só conseguiu respirar aliviado aos 18 minutos do segundo tempo. Em contra-ataque rápido, Lukaku protegeu e Lingard serviu Pogba, que fez boa jogada e cruzou para o autor do segundo gol marcar o terceiro dos visitantes. 

O restante da partida ainda contou com um pênalti não marcado em Welbeck e a expulsão de Pogba, que deixou o pé na perna de Bellerín após dividida, foi expulso aos 28 minutos do segundo tempo e agora fica fora do clássico com o Manchester City na próxima rodada, quando o United tem chance de se aproximar definitivamente da liderança. Derrotado em casa, o Arsenal estaciona na quinta colocação, com 28 pontos.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos