Show de Willian: Chelsea faz 5 no Stoke com atuação brilhante do brasileiro

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Divulgação/Chelsea

    Willian teve participação decisiva na goleada do Chelsea deste sábado

    Willian teve participação decisiva na goleada do Chelsea deste sábado

Ainda que longe do avassalador Manchester City na disputa pelo título do Campeonato Inglês, o Chelsea ratificou a sua força na última partida do clube em 2017. Com tranquilidade e grande atuação do meia-atacante Willian, a equipe dirigida pelo italiano Antonio Conte derrotou o Stoke City pelo placar de 5 a 0 e assumiu momentaneamente a vice-liderança da competição.

O segundo resultado positivo consecutivo deixou o Chelsea com 45 pontos, dois à frente do Manchester United, que entra em campo a partir das 15h30 (de Brasília) para encarar o Southampton, em Old Trafford. O Stoke City, dono da pior defesa da liga com 45 gols sofridos, segue estacionado com apenas 20 pontos, próximo à zona do rebaixamento.

Diante da chance de pressionar o Manchester United na briga pela segunda colocação, o Chelsea tratou de impor-se rapidamente. Logo aos 3min, Willian cruzou na medida para o zagueiro alemão Rudiger desviar de cabeça para o gol. Apenas seis minutos depois, o meio-campista Drinkwater acertou chute de fora da área e ampliou o marcador.

A participação de Willian se mostrou fundamental para o Chelsea transformar um simples triunfo em goleada. Ainda aos 23min da primeira etapa, o camisa 22 tocou para Pedro, e o espanhol acertou belo arremate para fazer 3 a 0. Já próximo ao fim do jogo, o próprio brasileiro, após sofrer pênalti, deslocou o goleiro Butland para anotar o quarto do jogo. O italiano Zapacosta fechou o placar.

O placar confortável reforça o Chelsea para a segunda parte da temporada, ainda mais antes de um clássico. O próximo compromisso de Willian e companhia está marcado para o dia 3, data da partida contra o Arsenal, pelo Campeonato Inglês. O Stoke, por outro lado, abre 2018 contra o Newcastle, dia 1.

Willian garçom

O brasileiro ganhou espaço nas últimas semanas e deu mais uma amostra da boa fase que vive com a camisa do Chelsea. Em menos de 30 min foram duas assistências para Rudiger e Pedro anotarem o primeiro e terceiro gols da equipe, respectivamente. Para coroar a excelente atuação, Willian deixou a sua marca de pênalti, sofrido por ele mesmo.

Febre espanhola

A "febre espanhola" ganhou mais um capítulo em Stanford Bridge. Com o gol de Pedro, o Chelsea tem 21 tentos anotados por atletas nascidos na Espanha, maior número em todas as principais ligas europeias – inclusive, a espanhola. Quem mais se aproxima da legião ibérica de Antonio Conte é a Real Sociedad, com 20 gols de espanhóis na liga local.

Pedro agora soma quarto gols no Campeonato Inglês, um a menos do que Marcos Alonso. O centroavante Álvaro Morada é o artilheiro espanhol da equipe com 10 gols; Fábregas e Azpilicueta também balançaram as redes nesta temporada.

Dezembro (quase) perfeito

O Chelsea termina o ano embalado, com um mês de dezembro quase que perfeito. Foram sete partidas pelo Campeonato Inglês com cinco vitórias, um empate e apenas uma derrota – 1 a 0 para o West Ham. A ascensão já coloca o time de Conte em uma posição estável dentro da zona de classificação para a próxima Liga dos Campões. Só não dá para ainda pensar em título devido ao desempenho soberbo do Manchester City de Pep Guardiola.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos