Guardiola diz que Jesus desfalca City por "um ou dois meses"

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

  • REUTERS/David Klein

    Até dois meses fora: Guardiola divulgou o primeiro diagnóstico da lesão de Gabriel Jesus

    Até dois meses fora: Guardiola divulgou o primeiro diagnóstico da lesão de Gabriel Jesus

O Manchester City, por intermédio do técnico Pep Guardiola, divulgou o primeiro diagnóstico da lesão de Gabriel Jesus, que deixou o gramado chorando no duelo contra o Crystal Palace – a partida terminou 0 a 0. De acordo com o treinador, o camisa 33 só retorna aos gramados em fevereiro ou março.

"Gabriel Jesus está machucado. Ele está fora talvez por um mês ou dois meses", limitou-se a dizer o comandante espanhol, que também viu o belga Kevin De Bruyne deixar o gramado lesionado.

De acordo com apuração do UOL Esporte, Jesus tem a suspeita de lesão no ligamento colateral do joelho esquerdo. Um exame que será realizado nesta segunda-feira vai confirmar a gravidade da lesão. O camisa 9 da seleção brasileira de Tite deixou o estádio de muletas.

O brasileiro sofreu a pancada logo aos 10min de partida e precisou ser atendido pelos médicos da equipe. O camisa 33 ainda tentou retornar ao gramado, mas não suportou as fortes dores. Porém, depois de tentar um arremate de fora da área, sentiu novamente o problema no joelho e deixou a partida chorando, consolado pelos profissionais da comissão técnica do Manchester City.

Gabriel Jesus vive um momento ruim na Inglaterra. São dez partidas de jejum com a camisa da equipe britânica. O jogador tem revezado na posição de titular com o argentino Sergio Aguero, justamente quem o substituiu no confronto deste 31 de dezembro.

Decepcionado com os problemas físicos, Guardiola pediu um maior cuidado com atletas como Gabriel Jesus e De Bruyne. "Os juízes precisam proteger os jogadores. Gabriel teve uma situação de azar. Sei quanto os jogadores são fortes aqui, mas precisamos ter cuidado", disse à BBC.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos