Zebra? Hoje não! Aguero vira em 90 segundos e City goleia e elimina Burnley

Do UOL, em Manchester (ING)

  • Phil Noble/Reuters

    Aguero, duas vezes, e Sané definiram a virada do City para cima do Burnley

    Aguero, duas vezes, e Sané definiram a virada do City para cima do Burnley

O Manchester City tomou um susto do Burnley neste sábado, mas no fim das contas conseguiu avançar à quarta fase da Copa da Inglaterra em Etihad Stadium. Com dois gols de Aguero no intervalo de 90 segundos e mais um para Sané e outro de Bernardo Silva, o time dirigido por Pep Guardiola evitou a zebra de Barnes aberta no primeiro tempo e definiu sua classificação com uma goleada por 4 a 1.

O Burnley, curiosamente, detém a marca de terceira melhor defesa do Campeonato Inglês na atual temporada, mas não segurou o City pela Copa da Inglaterra.

Chance perdida e... gol!

Oli Scarff/AFP
Barnes abriu o placar em Etihad Stadium aos 23 minutos do primeiro tempo

A primeira boa chance da partida foi do Burnley, aos 17 minutos do primeiro tempo. Mee escorou uma cobrança de escanteio na área e Barnes recebeu na pequena área, com o gol livre. A furada tornou o lance bizarro, mas mostrou que os visitantes não estavam em Manchester a passeio. Apenas cinco minutos depois, a prova: Vokes desviou de cabeça um chutão do goleiro Pope e Stones errou feio na tentativa de corte. A sobra ficou para Barnes, que bateu na saída de Bravo para abrir o placar.

"Come on, City!"

Jason Cairnduff/Action Images via Reuters
Sem De Bruyne, poupado no banco, City terminou o primeiro tempo em desvantagem

Mesmo lesionado, o atacante Gabriel Jesus compareceu ao Etihad Stadium e deu força ao City com uma postagem no Instagram. Em campo, o time tentou reação imediata ao gol do Burnley: Fernandinho tentou um chute de fora da área, Gundogan tentou após passe de Danilo, mas nada feito. Sem De Bruyne, poupado no banco de reservas por questões físicas, o time de Guardiola foi menos intenso e criativo. Pelo menos no primeiro tempo.

90 segundos resolvem

Phil Noble/Reuters
No intervalo de menos de dois minutos, argentino definiu a virada do City

Depois de um início de etapa complementar arrastado, sem chances de gol, o City precisou de menos de dois minutos para virar o placar. Aos dez minutos, Gundogan cobrou falta em velocidade e pegou a defesa do Burnley desatenta. De primeira, Aguero deixou tudo igual. Antes de o relógio do árbitro Graham Scott marcar 12 minutos, novamente Gundogan e Aguero trocaram passes depois de uma saída errada do time visitante e o argentino bateu na saída do goleiro Pope para definir a virada e espantar a zebra de Etihad Stadium.

Para não deixar dúvida

Phil Noble/Reuters
Bernardo Silva foi acionado por Guardiola aos 32 e fez o quarto gol aos 36

A virada virou goleada na sequência da partida. Aos 25 minutos, Danilo recebeu do lado direito e virou o jogo para Sané, que trocou passes com David Silva, recebeu na cara do gol e superou Pope com uma finalização precisa. Apenas dez minutos depois, o recém-acionado De Bruyne lançou Sané, que dividiu com Pope e viu a sobra ficar nos pés de Bernardo Silva. O português havia entrado apenas quatro minutos antes, mas definiu a goleada e a classificação do City em seu estádio.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos