Com saída iminente de Sánchez, Wenger espera definição em até 48 horas

Do UOL, em São Paulo

  • Andrew Yates/Reuters

O ciclo de Alexis Sánchez no Arsenal parece definitivamente ter chegado ao fim. Após a goleada por 4 a 1 sobre o Crystal Palace, o técnico Arsène Wenger admitiu que a transferência do atacante chileno para o Manchester United está perto de ser concretizada e espera uma definição nas próximas 48 horas. Sánchez, inclusive, nem sequer ficou no banco de reservas no compromisso deste sábado (20).

"Espero que aconteça (definição sobre a transferência). Nas próximas 48 horas será decidido, de uma forma ou de outra. Com esse tipo de situação, enquanto não estiver definido, você não pode dizer quando irá acontecer. As negociações ficam cada vez mais longas e nervosas também porque cada detalhe torna-se público hoje em dia. Não posso dizer que isso acontecerá ou não. Se você quiser apostar... pode acontecer", disse Wenger, acrescentando que a saída de Sánchez depende da chegada do meia Mkhitaryan ao Emirates Stadium.

"Sánchez só sairá se Mkhitaryan chegar. É por isso que as coisas levam tempo, porque tem que ser ajustado para os dois lados", completou.

Nos últimos dias, a imprensa inglesa informou que Alexis Sánchez passará por exames médicos no Manchester United e deve ser anunciado em breve. O técnico José Mourinho, embora não tenha confirmado o negócio, mostrou-se otimista por um desfecho positivo nos próximos dias.

Enquanto aguarda a definição do futuro do chileno, o Arsenal se prepara para o clássico contra o Chelsea, na próxima quarta-feira (24), pelas semifinais da Copa da Liga Inglesa.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos